O Comitê Internacional Olímpico (COI) anunciou que as amostras de sangue e urina coletadas durante os Jogos Olímpicos de Pequim serão futuramente analisadas, em janeiro do próximo ano.

As amostras serão agora enviadas ao laboratório da Agência Mundial de Antidoping (Wada) em Lausanne, na Suíça, onde os novos testes serão conduzidos.

Inicialmente, passarão pelo processo sangues e urinas colhidas nas competições de ciclismo, remo, natação e atletismo. A intenção é atualizar os testes com os novos exames desenvolvidos para identificação de substâncias ilegais. As amostras serão analisadas para identificar a possível presença de EPO Cera e insulina.