Um dia depois de vender a zagueiro francês Adil Rami ao Sevilla, o Milan anunciou oficialmente nesta quinta-feira a contratação justamente de um jogador do time espanhol. Trata-se do atacante colombiano Carlos Bacca, que deu forte empurrão em Neymar na confusão que ocorreu no final do confronto válido pela primeira fase da Copa América, entre Brasil e Colômbia, no Chile, depois de o atacante ter chutado a bola com violência em Armero logo após o apito final.

Por meio de curto comunicado publicado em seu site oficial, o Milan informou que chegou a um acordo com o Sevilla para contratação do jogador de 28 anos de idade, sendo que a assinatura do contrato está apenas dependendo da aprovação do atleta em exames médicos.

Os dois clubes não forneceram detalhes sobre a transação, mas a imprensa europeia especula que a contratação ocorreu como parte do acordo que levou Adil Rami ao Sevilla em um negócio de cerca de 3 milhões de euros, segundo fortes da mídia espanhola.

No Sevilla, Bacca marcou 49 gols em 108 partidas e ganhou por duas vezes o título da Liga Europa. Com seu faro de artilheiro, ele também ajudou o time a terminar o último Campeonato Espanhol na quinta posição.

Bacca é o segundo reforço anunciado pelo Milan para a próxima temporada do futebol europeu. O outro foi o meia Andrea Bertolacci, que estava no Genoa.

Mais nova contratação da equipe de Milão, Bacca se envolveu na confusão na qual Neymar se descontrolou ao se revoltar com a atuação do árbitro Enrique Osses, que depois acabou expulsando o atacante. Por também ter xingado o árbitro, o astro do Barcelona também foi suspenso por quatro partidas e acabou deixando a Copa América de forma precoce.