O Chelsea continua imparável. Neste sábado, pela rodada final do primeiro turno do Campeonato Inglês, a 19ª, o time contou com dois gols de Willian e um de Diego Costa para vencer o Stoke City por 4 a 2, em casa, e conquistar a sua 13ª vitória consecutiva na competição nacional.

A sequência fez o Chelsea também igualar um recorde histórico do Campeonato Inglês: 13 vitórias seguidas em uma mesma temporada, feito só obtido anteriormente por Preston North End e Sunderland, na edição 1891/1892 do torneio, e Arsenal, em 2001/2002.

Ao ampliar a sua maior série invicta na história do torneio, o que havia obtido anteriormente ao conquistar o 12º triunfo consecutivo, o Chelsea foi aos 49 pontos na liderança e abriu nada menos do que nove de vantagem para o vice-líder Liverpool, que ainda neste sábado trava clássico com o Manchester City, terceiro colocado, também atuando em seus domínios. Já o Stoke City estacionou nos 21 pontos e ocupa a modesta 14ª posição.

Assim, o Chelsea fechou em grande estilo o seu 2016, mas não terá muito tempo para comemorar a virada do ano, pois já na próxima quarta-feira trava clássico londrino com o Tottenham, fora de casa, no duelo que fechará a primeira rodada do segundo turno. Já o Stoke atuará na terça-feira diante do Watford, em casa.

No duelo realizado neste dia 31 de dezembro, o Chelsea começou a garantir a “festa da virada” para a sua torcida aos 33 minutos do primeiro tempo, quando Fàbregas bateu escanteio da esquerda e Cahill cabeceou para as redes.

Pouco antes disso, Diego Costa, artilheiro isolado do Inglês, havia desperdiçado grande chance de marcar. E o gol desperdiçado pelo brasileiro parecia que faria falta aos donos da casa quando o Stoke empatou o jogo, logo no primeiro minuto do segundo tempo. Após cruzamento da esquerda, o veterano grandalhão Peter Crouch ganhou no alto do zagueiro Cahill e escorou de cabeça para o holandês Bruno Martins Indi desviar para as redes.

O Chelsea, porém, não se abalou com o gol sofrido e manteve a carga ofensiva. Aos 6 minutos, após receber passe de Moses, o meia brasileiro Willian quase marcou em chute colocado de fora da área. E pouco depois deste lance, aos 11, o time comandado pelo técnico Antonio Conte voltou a ficar à frente do placar com um golaço.

Após receber pelo lado direito da grande área, Moses deu linda finta em um defensor, que ficou no chão, e cruzou para Hazard escorar e Willian chegar de trás e bater de primeira para as redes.

Aos 19 minutos, entretanto, Crouch voltou a aparecer com destaque ao completar para as redes um cruzamento da direita, em boa trama ofensiva dos visitantes, deixando tudo igual mais uma vez.

Crouch e o Stoke City, porém, tiveram muito pouco tempo para comemorar. Logo no minuto seguinte, também em ótima troca de passes em velocidade, Fàbregas deu nova assistência para Willian, que invadiu a área pela esquerda e soltou uma bomba em direção às redes, sem chances de defesa para o goleiro Lee Grant, que viu a bola entrar em seu canto esquerdo alto.

Em vantagem de 3 a 2, o Chelsea ainda marcaria o quarto com Diego Costa, aos 40 minutos, quando o brasileiro naturalizado espanhol levou a melhor em uma dividida com os rivais dentro da área e finalizou de perna esquerda para fechar o placar.

Foi o 14º gol de Diego Costa, artilheiro do Inglês, que tem como segundo maior goleador o chileno Alexis Sanchez, do Arsenal, com 12 bolas na rede.