O Atlético Mineiro pode ter uma nova formação tática no jogo em que busca defender a liderança do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, contra o São Paulo, no Mineirão, o técnico Celso Roth deve escalar a equipe no 3-5-2, abrindo mão do 4-4-2. Isso porque o time atleticano não poderá contar com os volantes Márcio Araújo e Renan, ambos suspensos – o último já não poderia atuar por restrição contratual, já que está emprestado pelo São Paulo.

Sem os dois jogadores, Roth promoverá a entrada do zagueiro Alex Bruno na equipe, formando o sistema defensivo ao lado de Werley e Welton Felipe. No meio-campo, aproveitará a ausência dos volantes para promover o retorno de Serginho, que começará como titular pela primeira vez após se recuperar de grave lesão no joelho direito. A outra modificação será na lateral-direita, com a volta do titular Carlos Alberto no lugar de Marcos Rocha.

O Atlético encara o São Paulo nesta quinta-feira às 21 horas (de Brasília). As equipes chegam em situações distintas para a partida no Mineirão. Enquanto os atleticanos vivem bom momento e estão na liderança, o time são-paulino está em má fase e aparece perto da zona de rebaixamento. O Atlético deve entrar em campo com a seguinte formação: Aranha; Werley, Welton Felipe e Alex Bruno; Carlos Alberto, Serginho, Jonílson, Júnior e Thiago Feltri; Éder Luís e Diego Tardelli.