O “novo” Flamengo, ainda sem as principais contratações, estreou com vitória no Campeonato Carioca: 2 a 0 sobre o Quissamã, que participa pela primeira vez da primeira divisão do torneio estadual. O rubro-negro, renovado após a posse da nova diretoria e a saída de seu principal ídolo, Vagner Love, não fez uma boa partida, mas foi o suficiente para bater o fraco adversário, que não havia disputado ainda sequer um jogo treino em 2013.

Sem Love, que voltou para o CSKA, e Liedson, que deve deixar o clube, o técnico Dorival Júnior escalou o time com três atacantes: Hernane e os jovens Nixon e Rafinha, ambos de 19 anos. O trio mostrou, claro, pouco entrosamento. Mas Hernane fez bem a função de matador e marcou os gols da vitória. O treinador ainda não pôde escalar os recém-contratados, como o volante Elias e o meia Gabriel.

“Eu estava trabalhando todo dia esperando essa oportunidade”, disse o atacante Hernane. “O grupo está focado, queria a vitória. Lutamos bastante e sabíamos que não estaríamos com entrosamento total, mas tentamos acertar o máximo possível.”

O começo do jogo prometia uma boa atuação do Flamengo. Logo aos 3 minutos, o time abriu o placar. Após escanteio cobrado por Rodolfo, Hernane subiu mais que a zaga e cabeceou forte: 1 a 0. Mas o Flamengo jogou mal o restante do primeiro tempo. O time adversário também pouco criou.

Na segunda etapa, o Flamengo voltou melhor. Quase marcou, por duas vezes, antes dos 10 minutos. Primeiro com Hernane: o zagueiro Douglas, do Quissamã, errou no recuo de cabeça para o goleiro e o atacante flamenguista tentou encobrir Ricardo, mas pegou mal na bola, que saiu. Quatro minutos depois, Nixon foi lançado na área e bateu bem, tirando do goleiro, mas a bola bateu na trave.

O time flamenguista ainda teve boa chance de marcar com Cáceres, aos 18, que cabeceou a bola ao lado do gol, mas só aos 39 Hernane ampliou a vantagem. Ibson tocou de calcanhar para o jovem Romário, que havia entrado em lugar de Rafinha; ele cruzou na área e Hernane, também de cabeça, fechou o placar. Ramon ainda foi expulso aos 44 minutos, após levar o segundo cartão amarelo.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 2 X 0 QUISSAMÃ

FLAMENGO – Felipe; Léo Moura, Renato Santos, Frauches e Ramon; Víctor Cáceres, Ibson e Rodolfo (Luiz Antonio); Nixon, Hernane e Rafinha (Romário). Técnico: Dorival Júnior.

QUISSAMÃ – Ricardo; Diguinho, Edson, Douglas e Thiago Reis (Fred); Cleiton, Arimax (Ricardinho), Bruno Reis, Marquinhos e Thiaguinho; Rinaldo Catitu (Fabrício). Técnico: Marcelo Buarque.

GOLS – Hernane, aos 3 minutos do primeiro tempo e aos 39 do segundo tempo.

ÁRBITRO – Leonardo de Castro Moreira (RJ).

CARTÃO AMARELO – Ramon, duas vezes (Flamengo); Rinaldo Catitu e Edson (Quissamã).

CARTÃO VERMELHO – Ramon (Flamengo).

RENDA – R$ 187.800,00.

PÚBLICO – 7.626 pagantes.

LOCAL – Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio.