O meia Michel Bastos, do São Paulo, está com dengue e será desfalque para a partida desta quarta-feira contra o Cruzeiro, no Morumbi, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. O jogador não treinou nesta terça-feira no CT da Barra Funda e também foi desfalque nas atividades dos últimos dias por estar com febre.

O atleta tem sido submetido a exames nos últimos dias. Michel Bastos começou a se sentir mal na última quinta-feira, quando foi baixa no treino. Na sexta, também foi desfalque e, apesar de ter retornado ao trabalho no sábado, não apresentou condições ideais para ir a campo nos dias seguintes. O clube havia relacionado o meia para a partida, mas, com o diagnóstico de dengue confirmado, o meia não deve ficar nem no banco de reservas.

O técnico Milton Cruz já armou o São Paulo com o argentino Centurión na vaga de Michel Bastos. Novamente nesta terça a formação titular foi mantida e a equipe deve iniciar a disputa pela vaga nas quartas de final com Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Lucão e Reinado; Denilson, Souza, Wesley, Ganso e Centurión; Alexandre Pato. A partida de volta contra o Cruzeiro será na próxima semana, no Mineirão.

A dengue já atrapalhou também outros clubes paulistas como o Corinthians, que perdeu Paolo Guerrero por alguns jogos. No Santos, o zagueiro Werley teve a doença e, no Palmeiras, o infectado foi o goleiro reserva Aranha. Antes da suspeita sobre o mal estar de Michel Bastos, o São Paulo teve um caso na comissão técnica. O médico José Sanchez ficou dias afastado do trabalho no clube para se recuperar da dengue.