O sérvio Novak Djokovic, número dois do mundo, sofreu nesta sexta-feira, mas conseguiu ampliar a vantagem da Sérvia no confronto com os Estados Unidos, na rodada de estreia da Copa Davis. Jogando em Belgrado, Djokovic precisou de 3h25min para superar Sam Querrey por 3 sets a 1, com parciais de 6/2, 7/6 (7/4), 2/6 e 6/3.

Com a vitória, os sérvios abriram 2 a 0 na série melhor-de-cinco e ficaram muito perto de avançar à segunda rodada da competição. Se confirmar a classificação, a Sérvia enfrentará o vencedor do duelo entre Equador e Croácia, que também faturou as duas partidas desta sexta.

Djokovic começou melhor a partida e só teve problemas a partir do segundo set. Conhecido por seu forte saque, Querrey chegou a abrir 4 a 1 na parcial e exigiu grande reação do sérvio, que alcançou o empate e se saiu melhorno tie break.

O americano não se abateu com a virada e voltou melhor no terceiro set. Sacou melhor que o número dois e obteve duas quebras de saque, faturando a parcial. No set seguinte, porém, Djokovic evitou qualquer reação do rival e, com uma quebra em três chances, conquistou a segunda vitória da Sérvia.

Antes, Viktor Troicki havia surpreendido John Isner, que vive boa fase no circuito, na abertura do confronto. O anfitrião vencera por 3 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/4), 6/7 (5/7), 7/5 e 6/4.

A equipe da casa poderá garantir a classificação já neste sábado, se vencer a partida de duplas. Porém, Janko Tipsarevic e Nenad Zimonjic não terão vida fácil diante da parceria número 1 do mundo. Os sérvios enfrentarão os irmãos Bob e Mike Bryan. No dia seguinte, Djokovic fará o quarto jogo do confronto com Isner. Na sequência, Troicki duelará com Querrey.

Mais cedo, Suécia e Argentina empataram em 1 a 1 na série, disputada em Estocolmo. O local Robin Soderling, número 7 do mundo, abriu o duelo com uma vitória sobre Eduardo Schwank por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 7/6 (7/0) e 7/5, após 2h30min de partida.

A vantagem dos suecos, porém, não durou muito. Na sequência, Leonardo Mayer superou o experiente Joachim Johansson por 3 sets a 1, parciais de 5/7, 6/3, 7/5 e 6/4, em três horas.

No sábado, as duas equipes voltam à quadra para a partida de duplas. Soderling e Robert Lindstedt enfrentarão Mayer e Horácio Zeballos. No entanto, existe a possibilidade da dupla argentina contar com o ex-top 10 David Nalbandian, que se recuperou de lesão e integrou a delegação argentina na quarta-feira.

No domingo, os jogos de simples se invertem. Soderling vai encarar Mayer no quarto jogo da série, que será seguido do duelo entre Johansson e Schwank.

Ainda nesta sexta, o Uruguai, próximo adversário do Brasil no Zonal Americano, abriu boa vantagem sobre a República Dominicana, em Santo Domingo. Está vencendo a série por 2 a 0, com as vitórias de Marcel Felder e Pablo Cuevas.

Cuevas bateu José Herández por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 7/5 e 6/3. Em seguida, Felder superou Víctor Estrella por 3 sets a 2, parciais de 0/6, 3/6, 6/4, 6/3 e 6/2.