O Avaí desperdiçou neste sábado grande chance de conquistar os três pontos contra o Atlético Mineiro. Mesmo jogando com dois jogadores a mais durante parte do segundo tempo, a equipe catarinense ficou apenas no empate por 0 a 0, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Avaí chegou aos 16 pontos e se manteve na sexta colocação. O Atlético Mineiro, por sua vez, segue na zona de rebaixamento: é o 17.º, com apenas dez pontos somados.

Aproveitando o apoio da torcida, o Avaí começou melhor. E nem mesmo o esquema com três zagueiros montado por Vanderlei Luxemburgo conseguia segurar o ímpeto adversário. Fábio Costa, por outro lado, fazia bem a sua parte, salvando o Atlético após finalizações de Eltinho e Roberto. A grande chance do time visitante veio apenas aos 44, quando Diego Souza bateu rasteiro e Renan defendeu.

No retorno para a segunda etapa, Luxemburgo tirou o zagueiro Werley e colocou o atacante Neto Berola, retomando o 4-4-2. A mudança não surtiu o efeito esperado e o panorama ficou ainda pior aos dez minutos, quando Daniel Carvalho deu carrinho perigoso e foi expulso. Aos 33, o próprio Berola recebeu o cartão vermelho após jogada violenta.

Mesmo com dois jogadores a menos, o Atlético-MG se fechou e segurou o Avaí, que não tranquilidade suficiente para chegar ao gol da vitória. Na próxima rodada, o Avaí recebe o Goiás no domingo, mesmo dia em que o Atlético-MG faz o clássico contra o Cruzeiro.

 

Ficha Técnica:

Avaí 0 x 0 Atlético-MG

Avaí – Renan; Patric, Gabriel, Émerson e Eltinho (Davi); Marcinho Guerreiro (Marcos), Rudnei, Rivaldo e Caio; Robinho (Vandinho) e Roberto. Técnico – Antônio Lopes.

Atlético-MG – Fábio Costa; Jairo Campos, Werley (Neto Berola) e Cáceres; Diego Macedo, João Pedro, Serginho, Diego Souza (Ricardinho) e Fernandinho; Daniel Carvalho e Diego Tardelli (Fabiano). Técnico – Vanderlei Luxemburgo.

Árbitro – Leandro Pedro Vuaden (RS).

Cartões amarelos – Rudnei, Émerson, Marcinho Guerreiro e Werley.

Cartões vermelhos – Neto Berola e Daniel Carvalho.

Público e renda – não informados.

Local – Estádio da Ressacada, em Florianópolis (Santa Catarina).