Com atuação destacada de Forlan, que marcou ate gol olímpico, o Inter venceu o Fluminense por 3 a 2, neste sábado a noite, em Macaé, no litoral norte do Rio. O time carioca, até então havia jogado três vezes na cidade pelo atual campeonato Brasileiro. Seu aproveitamento era de 100% no local, com vitórias sobre Atlético-PR, Criciúma e Goiás. Já o Inter derrubou o segundo time do Rio em apenas uma semana. Na última rodada, goleou o Vasco por 5 a 3. Neste sábado, contou com Forlán inspirado e com uma atuação desastrosa da zaga do Flu.

Foi de Forlán o passe perfeito para D’Alessandro abrir oi placar no início do jogo, no contra-ataque rápido do Inter. Depois o atacante uruguaio recebeu um presente do zagueiro Digão, que se atrapalhou ao tentar atrasar a bola para o goleiro Diego Cavalieri. Forlán não desperdiçou a oportunidade para ampliar.

Enquanto a torcida do Flu silenciava ao ver 2 a 0 no placar para o visitante, Carlinhos, de cabeça, diminuiu e deu novo ânimo à equipe. Mas o primeiro tempo ainda reservaria lance vistoso, novamente de Forlán. Ele cobrou escanteio da esquerda e conseguiu encobrir Cavalieri, que falhou na jogada.

O Internacional recuou demais no segundo tempo. E isso ficou mais evidente após o gol de Fred, aos 7 minutos, foi o primeiro dele no Brasileiro na sua segunda partida pela competição. A partir disso, o domínio da equipe tricolor foi total. Rhayner e Rafael Sóbis quase marcaram em lances defendidos por Muriel. O próprio Sóbis e Fred perderam outras chances de empatar. Já nos acréscimos, Dátolo, porém, quase marcou o quarto gol do Inter.

Com 12 pontos, o Internacional foi à vice-liderança, atrás apenas do Botafogo, que ainda joga na rodada. Seu próximo adversário também é carioca: o Flamengo, no domingo da semana que vem, em Caxias do Sul (RS). Já o Flu segue com nove pontos, agora na sétima posição, ultrapassado pelo Santos. Daqui a oito dias, a equipe tricolor reabre o Maracanã contra o Vasco.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 2 X 3 INTER

FLUMINENSE – Diego Cavalieri; Bruno, Gum (Samuel), Digão e Carlinhos; Edinho, Jean, Wagner (Deco) e Rhayner (Marcos Júnior); Rafael Sóbis e Fred. Técnico: Abel Braga.

INTER – Muriel; Gabriel, Índio, Juan e Kléber; Josimar, Fabrício e D’Alessandro; Jorge Henrique (Vitor Júnior), Diego Forlán (Ednei) e Rafael Moura (Dátolo). Técnico: Dunga.

GOLS – D’Alessandro, aos 19, Diego Forlán, aos 33 e aos 40, e Carlinhos, aos 35 minutos do primeiro tempo; Fred, aos sete minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Heber Roberto Lopes.

CARTÕES AMARELOS – Muriel, Deco e Jorge Henrique.

RENDA – R$ 69.340,00.

PÚBLICO – 5.375 pessoas (4.114 pagantes).

LOCAL – Estádio Claudio Moacyr, em Macaé (RJ).