Com um gol de pênalti do atacante Edno, já aos 51 minutos do segundo tempo, a Ponte Preta conquistou a sua primeira vitória na Série B do Brasileiro. Embora tenha dominado a maior parte do jogo, o time de Campinas suou para bater o ABC por 2 a 1, neste sábado, no Estádio Moisés Lucarelli, pela quarta rodada do campeonato.

Assim, a Ponte encerra um jejum de quase dois meses sem vitórias. Desde que fez 4 a 1 no Náutico-RR, pela Copa do Brasil, foram três derrotas e cinco empates. Agora, passa a ter seis pontos na Série B. Está atrás ainda do próprio ABC, que tem sete.

A nota triste do jogo ficou por conta da grave lesão no tornozelo esquerdo do volante Fernando Bob. Ele precisou ser encaminhado à Santa Casa de Valinhos, já que havia suspeita de fratura. Àquela altura, a Ponte vencia por 1 a 0, após um belíssimo gol de voleio do atacante Alexandro, aos 38 minutos do primeiro tempo.

A lesão de Fernando Bob abateu o time de Campinas e fez o ABC ganhar terrenos. Aproveitando a queda de ritmo dos donos da casa, os visitantes empataram aos 33 minutos. Após o escanteio, o zagueiro Samuel bateu na saída do goleiro Roberto. No fim, porém, Edno converteu um pênalti sofrido por Alexandro e fechou o placar já nos acréscimos.

Na próxima terça-feira, a Ponte Preta volta a campo para enfrentar o Oeste, no Estádio dos Amaros, em Itápolis. Enquanto isso, o ABC joga contra o Sampaio Corrêa somente no próximo sábado, no Estádio Iberezão, em Santa Cruz – antes, porém, pega o Atlético-GO na quarta pela Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 2 X 1 ABC

PONTE PRETA – Roberto; Daniel Borges, César, Diego Sacoman e Juninho; Fernando Bob (Bryan), Élton, Léo Cittadini (Adrianinho) e Rodolfo (Rossi); Edno e Alexandro. Técnico – Dado Cavalcanti.

ABC – Gilvan; Patrick (Michel Benhami), Sueliton, Samuel e Luciano Amaral; Michel Schmöller (Rogerinho), Daniel Amora, Somália e Xuxa; Gilmar (Beto) e Denis Marques. Técnico – Zé Teodoro.

GOLS – Alexandro, aos 38 minutos do primeiro tempo; Samuel, aos 33, e Edno (pênalti), aos 51 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Nielson Nogueira Dias (PE).

CARTÕES AMARELOS – Michel Schmöller, Suéliton e Luciano Amaral (ABC).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).