Com direito a dois golaços, o Figueirense contou com o apoio da torcida no Orlando Scarpelli para vencer o Goiás, por 3 a 1, nesta quinta-feira à noite, em Florianópolis, e deixar a zona de rebaixamento. A equipe catarinense foi aos 12 pontos, no 12.º lugar, jogando para a degola exatamente os time goiano, que tem apenas nove pontos após a realização da décima rodada do Brasileirão.

O Goiás começou dominando o jogo, com a marcação adiantada, chegando com chances de abrir o placar. Aos 13 minutos, o time de Goiânia teve a primeira grande chance de gol, Bruno Henrique recebeu cruzamento de Diego Barbosa e mandou a bola para fora. O time visitante ganhou espaço no meio campo e bombardeando a zaga alvinegra, mas sem conseguir converter.

Aos 23 minutos, o Figueirense reagiu e abriu o placar na base do contra-ataque. A defesa do Goiás marcou bobeira e a bola sobrou para Thiago Santana, que bateu na saída do goleiro Rena, e abriu o placar. O gol oxigenou o time, que passou a ter mais posse de bola e se impôs em campo.

Aos 33 minutos, Clayton recebeu no bico da grande área pela esquerda, limpou a jogada para o meio e colocou no ângulo, sem chances de defesa para Renan, fazendo 2 a 0.

O Figueirense ainda teve chances de ampliar no finalzinho da primeira etapa. Na jogada de Clayton, Ricardinho perdeu a chance clara de gol da linha da pequena área, jogando por cima da meta de Renan.

O Goiás começou o segundo tempo no ataque e descontou no balaço de Felipe Menezes de fora da área, sem chances para Alex Muralha. O Figueirense sentiu o gol, cedeu, e o adversário voltou a ganhar os espaços do campo.

O jogo ficou corrido, com as duas equipes avançando contra a meta adversária. O Figueirense encontrava dificuldades para trabalhar a bola na frente, mas conseguiu uma brecha, aos 33 minutos, com jogada individual do volante Paulo Roberto, que driblou o último homem, invadiu a área e bateu na saída do goleiro Renan, marcando um golaço e garantido a vitória.

FICHA TÉCNICA:

FIGUEIRENSE 3 X 1 GOIÁS

FIGUEIRENSE – Alex Muralha; Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno, Marquinhos Pedroso; Paulo Roberto, Fabinho, Ricardinho (Jefferson), Rafael Bastos (Yago); Clayton e Thiago Santana (Elias). Técnico – Argel Fucks

GOIÁS – Renan; Péricles (Rafael Forster), Felipe Macedo, Fred, Diogo Barbosa; Rodrigo, Ygor (Willian), Liniker, Felipe Menezes; Carlos e Bruno Henrique. Técnico – Augusto César (interino).

GOLS – Thiago Santana, aos 23, e Clayton, aos 33 minutos do primeiro tempo. Felipe Menezes, aos 2, e Paulo Roberto, aos 33 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Wilton Pereira Sampaio (GO).

CARTÕES AMARELOS – Rafael Bastos (Figueirense) e Rafael Forster (Goiás).

CARTÃO VERMELHO – Clayton (Figueirense).

RENDA – R$ 64.000,80

PÚBLICO – 5.715 pagantes.

LOCAL – Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).