O técnico Tite divulgou nesta sexta-feira (15) a convocação da seleção brasileira para os confrontos contra a Bolívia e o Chile, em outubro, pelas duas últimas rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, que acontecerá na Rússia. 24 jogadores foram chamados para estes duelos, com algumas surpresas na lista.

Entre as novidades, estão o lateral-direito Danilo, do Manchester City, da Inglaterra, os volantes Arthur, do Grêmio, e Fred, do Shakthar Donetsk, da Ucrânia, o meia Diego, do Flamengo, e o atacante Diego Tardelli, do Shandong Luneng, da China. Além deles, o zagueiro Jemerson, do Monaco, da França, embora tenha substituído Miranda contra a Colômbia, na última partida, foi chamado pela primeira vez na lista inicial.

“Diego Tardelli tem uma história na Seleção muito boa. É um legado do Dunga em suas convocações, jogando bem. Enfrentei ele no Atlético-MG, era um terror para jogar contra. Números extremamente expressivos. Nos últimos quatro meses, foram 11 gols em 13 jogos. Joga de externo ou por dentro”, disse Tite em relação à convocação de Diego Tardelli, talvez o nome que mais tenha chamado a atenção.

“É um garoto jogando com uma naturalidade, fora de casa, com nível de concentração muito alto. Não posso fechar portas para um atleta num setor onde ele é importante, mesmo sendo jovem. Não sei se daqui a nove meses ele terá uma confirmação. Ele tem uma expectativa futura. Sempre comparo com o Gabriel Jesus”, explicou em relação a Arthur.

Com essas mudanças, nomes como o lateral-direito Fágner, do Corinthians, o zagueiro Rodrigo Caio, do São Paulo, o meia Giuliano, do Fenerbahçe, da Turquia, e o atacante Taison, normalmente lembrados, desta vez ficaram de fora.

“Eu fico fomentando para que o atleta fique com perspectiva de arrebentar. Competir em alto nível te faz elevar. Não tenho (uma porcentagem de equipe fechada para a Copa do Mundo). Por isso essa importância de uma estrutura para acompanhar o atleta”, completou o treinador do Brasil, garantindo que, embora o país esteja já classificado para a Copa, exigirá foco máximo nestes duelos.

A seleção entra em campo no dia 5 de outubro em La Paz, contra a Bolívia, e no dia 10, contra o Chile, às 20h30, no Allianz Parque, casa do Palmeiras.

Confira a lista completa de convocados:

Goleiros:
Alisson (Roma-ITA)
Cássio (Corinthians)
Ederson (Manchester City-ING)

Laterais:
Daniel Alves (PSG-FRA)
Danilo (Manchester City-ING)
Filipe Luis (Atlético de Madri-ESP)
Marcelo (Real Madrid-ESP)

Zagueiros:
Jemerson (Monaco-FRA)
Marquinhos (PSG-FRA)
Miranda (Inter de Milão-ITA)
Thiago Silva (PSG-FRA)

Meias:
Arthur (Grêmio)
Casemiro (Real Madrid-ESP)
Diego (Flamengo)
Fernandinho (Manchester City-ING)
Fred (Shakthar Donetsk-UCR)
Paulinho (Barcelona-ESP)
Philippe Coutinho (Liverpool-ING)
Renato Augusto (Benjing-CHI)
Willian (Chelsea-ING)

Atacantes:
Diego Tardelli (Shandong Luneng-CHI)
Firmino (Liverpool-ING)
Gabriel Jesus (Manchester City-ING)
Neymar (PSG-FRA)