Jogo decisivo neste domingo (6), com a típica ansiedade de que "a qualquer hora tudo pode mudar". O Coritiba começou bem, com uma formação mais ofensiva. Desde o primeiro minuto, chegou com perigo ao gol do Toledo. Depois, pelo menos três chances foram desperdiçadas. Como em outros jogos, a insistência em jogadas pelo meio, deu espaço para que o Toledo ganhasse confiança.
 
Depois dos 25 minutos, o juíz começou com as advertências, com o objetivo de controlar o jogo. O primeiro a ser "contemplado" foi o meia Júnior, do Toledo, após falta violenta. Já em seguida, Marlos, do time do Alto da Glória, recebeu seu terceiro cartão e Carlinhos Paraíba, aos 37.

Boa chance para o Coritiba, na velocidade Henrique Dias cruzou e Keirrison bateu forte, mas o goleiro Cléberson defendeu, cedendo rebote para o atacante, que rebateu para a linha de fundo.

Quando a combinação do resultado do J.Malucelli começava a preocupar os torcedores, Douglas deu um carrinho e bateu com a mão na bola. O árbitro não marcou nada e ainda deu amarelo a Henrique Dias por reclamação.

O primeiro tempo terminou com uma situação desfavorável para o Coritiba, com a vitória do Jota sobre o Adap.

Na volta para a etapa decisiva, o técnico Dorival Júnior, trocou laterais: Rubens Cardoso por Ricardinho, na esperança de dar novo fôlego para a equipe.

Situação invertida

O jogo começou igual ao primeiro tempo, só mudou a situação do Coritiba, quando o Adap empatou no Janguito.

Mas a principal mudança chegou na vibração dos mais de 14 mil torcedores alviverdes presentes. Aos 9 minutos, saiu um golaço, que começou com o toque de Carlinhos Paraíba, a precipitação do goleiro do Toledo e o toque com estilo de Keirrison, encobrindo Cléberson.

Aos 12 e 13 minutos as duas equipes fazem mais duas alterações: no Coritiba, Thiago Silvy entra no lugar de Henrique Dias e Porcellis entra no jogo no lugar de Luciano, do time do interior do Paraná.

Aos 27 minutos, após dominar a partida com muita consciência, Keirrison toca para Marlos que acredita na jogada, mas é derrubado pelo zagueiro adversário. O juiz dessa vez marca a penalidade máxima. K9, artilheiro do paranaense, não desperdiçou e mandou no lado esquerdo, balançando as redes.

Embalado pelo resultado, Carlinhos Paraíba trabalhou a bola pela intermediária e tocou para Marlos, porém o meia demorou e foi desarmado. Aos 37 minutos, o técnico do coxa faz sua última alteração: Laercio entrou no lugar de Marlos.

Confiante da classificação, o Coritiba segurou o resultado, que o colocou na segunda posição do grupo B, com 10 pontos. O confronto na semifinal é com o rival Paraná Clube, no Couto Pereira.