Cacá Bueno é pentacampeão da Stock Car. O título foi conquistado na manhã de hoje com um terceiro lugar na Corrida do Milhão, última etapa da temporada. realizada no autódromo de Interlagos, em São Paulo. O vencedor da prova, e do prêmio de R$ 1 milhão, foi Thiago Camilo. Ricardo Maurício também esteve próximo de vencer, mas terminou na segunda posição.

Entre os convidados, Hélio Castroneves foi o melhor e cruzou a linha final na 14ª colocação. Rubens Barrichello esteve durante quase toda a corrida entre os dez primeiros, mas completou a prova em 22º.

Pane

Bueno não venceu por causa de uma “pane seca” no seu carro. Por um erro de cálculo da sua equipe, o combustível acabou no último trecho da prova e, já na reta dos boxes, ele foi ultrapassado por Thiago Camilo e Ricardo Maurício.

“Já vinha fazendo contas, em um momento chegaram a me dizer que eu precisava economizar quatro litros. Na última volta me disseram para fazer para valer. Não deu. Achei que podia ganhar, tomei um susto enorme no mergulho, quando o motor apagou, e religou na junção, daí apagou de novo, só religou de novo na reta”, explicou o piloto.

Camilo, que venceu pela segunda vez a Corrida do Milhão – desta vez após largar em 20º lugar -, suspeitou que o adversário estivesse fazendo algo para a torcida. “Fui chegando e pensei “esse filho da mãe está tirando o pé, vai acelerar de novo na reta’, mas aí fui chegando perto e passei”, admitiu.
O campeão da temporada disse ainda não estar incomodado com a perda da corrida por cerca de 200m.

“Eu nunca acreditei que pudesse ganhar o milhão, corri para ganhar o campeonato. Larguei extremamente mal. Foi minha pior largada, me pegou desprevenido. Fiz uma corrida para seguir o líder”, explicou. Cacá disse ainda que a nova conquista não lhe tira a ambição para o futuro.

“Minha meta são oito títulos, acho que tenho mais dez anos de carreira para ganhar três, minha meta é essa. Não estamos aqui para dar mole para ninguém”, completou.