Um problema no freio de sua Williams acabou atrapalhando o trabalho de Bruno Senna na segunda sessão de treinos livres para o GP de Abu Dhabi de F-1, no início da noite de hoje em Yas Island.

“Foi bastante complicado tentar fazer uma volta boa com o freio ruim porque a cada freada o carro se comportava de um jeito e você acaba ficando sem confiança”, explicou o piloto brasileiro, que completou o segundo treino na 11ª posição.

Na primeira sessão, como de costume, Bruno não treinou para ceder seu carro para Valtteri Bottas, piloto reserva da equipe inglesa.

Apesar do problema, o brasileiro disse ter ficado relativamente satisfeito com o resultado da sexta-feira no circuito de Yas Marina.

“Acho que estamos tão competitivos quanto imaginávamos. Ficamos mais ou menos entre os dez primeiros e agora tenho que trabalhar com o Pastor [Maldonado, seu companheiro de Williams] para tentar melhorar ainda mais o carro para a classificação e tentar ficar entre os dez primeiros do grid, que é nosso objetivo principal”, completou Bruno, que viu o piloto venezuelano completar o treino na nona posição.