O Cruzeiro perdeu a chance de se garantir no G4 do Brasileirão durante toda a pausa para a Copa das Confederações. Neste sábado, a equipe cedeu o empate ao Internacional em 2 a 2 jogando em casa, na Arena do Jacaré, pela quinta rodada, e agora vai ter que torcer por uma combinação de resultados para não deixar as primeiras posições.

Isso porque a tabela do Brasileirão está embolada. O time mineiro lidera com oito, ficando à frente do Coritiba pelo saldo de gols. Logo atrás vêm São Paulo, Vitória, Grêmio, Botafogo e Bahia, com sete. Fluminense e Vasco, com seis, também podem passá-lo em caso de vitória. Flu e Grêmio ainda têm um jogo atrasado.

Já o Internacional ocupa o 11º lugar, com seis pontos, e não tem muito o que comemorar do empate em Sete Lagoas. Isso porque a equipe jogou 12 minutos no segundo tempo com um jogador a mais, graças à expulsão de Ricardo Goulart, e não conseguiu virar.

O JOGO – O Cruzeiro perdeu Dagoberto cedo, por lesão, entrando Elber no seu lugar. O Inter aproveitou para equilibrar o jogo e abriu o placar, com Otavio, após tabela com Fred. A torcida cruzeirense, irritada com o time, já pedia raça quando Elber fez jogada individual e empatou, aos 38 minutos.

Mas o meia sentiu a lesão no lance do gol e precisou sair para dar lugar a Luan. Mesmo com os problemas, o Cruzeiro virou. Rafael Moura colocou a mão na bola na área e Everton Ribeiro bateu o pênalti para fazer 2 a 1.

Antes mesmo de Ricardo Goulart ser expulso por uma falta violenta, aos 33, o Inter empatou, num chute de Gabriel de fora da área. Depois, com um a mais, o time colorado tentou a virada, mas parou na defesa celeste.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 2 X 2 INTERNACIONAL

CRUZEIRO: Fábio; Mayke; Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton, Leandro Guerreiro, Everton Ribeiro e Diego Souza; Dagoberto (Elber) (Luan) e Anselmo Ramon (Ricardo Goulart). Técnico: Marcelo Oliveira.

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Índio (Josimar), Juan (Ronaldo Alves) e Fabrício; Willians, Airton, Fred e D’Alessandro; Otávio e Rafael Moura (Cassiano). Técnico: Dunga.

GOLS: Otávio, aos 22, e Elber, aos 37 minutos do primeiro tempo; Everton Ribeiro, aos 17, e Gabriel, aos 28 do segundo tempo.

ÁRBITRO: Guilherme Ceretta de Lima (SP).

CARTÕES AMARELOS: Leandro Guerreiro, Luan, Airton, Willians, Rafael Moura e Fabrício.

CARTÃO VERMELHO: Ricardo Goulart.

PÚBLICO E RENDA: indisponíveis.

LOCAL: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG).