O técnico Pep Guardiola admitiu nesta sexta-feira que pode deixar o Bayern de Munique ao término da temporada 2015/2016 do futebol europeu ao declarar que ainda não tomou uma decisão sobre o seu futuro. O contrato do treinador com o gigante alemão tem validade por apenas mais um ano.

“Ainda não me decidi. Não recebi ofertas de nenhum outro clube do mundo. Dei o melhor de mim e seguirei dando o meu melhor. Sou agradecido de poder estar com essa equipe”, declarou o treinador espanhol, negando já ter sido procurado por outros clubes europeus.

Após uma passagem espetacular pelo Barcelona e um ano de afastamento do futebol, Guardiola assumiu o comando do Bayern em 2013. O treinador conduziu o time ao título do Campeonato Alemão nas duas últimas temporadas, mas não conseguiu repetir o mesmo sucesso no cenário internacional, tendo caído nas semifinais Liga dos Campeões da Europa nas duas últimas edições.

Recentemente, a imprensa europeia levantou a possibilidade de Guardiola trocar o Bayern pelo Manchester City, atualmente dirigido pelo chileno Manuel Pellegrini, ao fim da temporada 2015/2016, mas o treinador negou o rumor ao garantir que ainda não negocia com nenhum clube.

Desde a primeira passagem de Ottmar Hitzfeld pelo Bayern, entre 1998 e 2004, nenhum treinador permaneceu por mais de três anos à frente do clube. Neste sábado, Guardiola inicia oficialmente a sua terceira temporada no comando do Bayern com a disputa da Supercopa da Alemanha contra o Wolfsburg. O volante chileno Arturo Vidal, recém-contratado, pode fazer a sua estreia pela equipe.