A força da Jamaica no atletismo é tamanha que os representantes olímpicos são definidos em disputa direta. A seletiva, que começa nesta quinta-feira e vai até domingo, coloca astros e novos talentos frente a frente em busca de uma vaga nos Jogos do Rio-2016, no estádio Nacional, em Kingston. Três dos quatro velocistas mais rápidos de todos os tempos – Usain Bolt, Yohan Blake e Asafa Powell – prometem uma disputa intensa nos 100 metros.

Multicampeão olímpico e mundial, Usain Bolt é dono da segunda melhor marca da temporada (9s88), atrás apenas do francês Jimmy Vicaut. Os concorrentes, contudo, estão a poucos centésimos de distância.

Neste ano, Yohan Blake registrou 9s94 no Racers Grand Prix e terminou empatado com o compatriota Nickel Ashmeade – outro nome para ficar de olho. Soberano entre 2005 e 2008, Asafa Powell quer voltar a ser o protagonista. Já Kemar Bailey-Cole tenta se recuperar depois de contrair o vírus zika às vésperas da seletiva olímpica.

Apesar do favoritismo dos medalhões, a competição pode abrir espaço para novos nomes. A qualificatória dos 100 metros masculino será às 12 horas (de Brasília). Ainda nesta quinta-feira, às 21 horas, ocorrem as quartas de final.

No feminino, a estrela é Shelly-Ann Fraser-Pryce. A bicampeã olímpica e tri mundial encerrou 2015 com a melhor marca do ano (10s74). No entanto, as dores no dedão do pé esquerdo podem atrapalhar. Quem quer aproveitar o momento é Veronica Campbell-Brown. Aos 34 anos, a atleta tem a melhor marca entre as jamaicanas (10s83) nesta temporada. As baterias serão às 20h40.

As provas dos 400 metros com barreiras, do lançamento de disco e do salto triplo completam o programa do primeiro dia de competição na Jamaica.