Um treino físico, ontem pela manhã, encerrou a agitada semana do Paraná Clube. Além da derrota para o Brasiliense, a comissão técnica teve que administrar o incidente “extra-campo” envolvendo três titulares do time. Tudo isso antes de uma série de dois jogos fora de casa, contra times que estão na ponta de cima da tabela. No próximo sábado, o Tricolor encara o Barueri (4.º colocado) e, na semana seguinte, o líder Corinthians.

A dura missão de Paulo Comelli será fazer com que o time some os pontos necessários para não voltar à zona do rebaixamento após essas duas rodadas. “Seria muito ruim chegar na reta final precisando de uma pontuação expressiva”, admitiu o treinador, que teve poucos momentos de serenidade desde que chegou ao clube, há 73 dias. “Tivemos a chance de nos equilibrarmos na competição, mas falhamos. O jeito é buscar os pontos fora”, disse Comelli.

Para o jogo em Barueri, o treinador chegou a testar um 3-5-2, mas vai esperar os treinos da semana para definir o time. Depende ainda de avaliações do departamento médico. O goleiro Mauro se recupera de uma entorse de tornozelo, o ala Fabinho se queixa de dores musculares e o volante Agenor sentiu uma “fisgada” na parte posterior de coxa, durante o treino de sexta-feira. O último treino em Curitiba está programado para a próxima quinta-feira. Para evitar queixas sobre o desgaste da viagem, a delegação segue para Barueri com um dia de antecedência.