O estado de saúde do atacante Cassano, do Milan, que está internado desde o último sábado no Hospital Policlínico por um problema ainda não revelado, segue causando preocupação no meio do futebol. Nesta quarta-feira até o ex-jogador argentino Diego Maradona se manifestou sobre o assunto e enviou uma carta ao jogador, que foi publicada no jornal italiano Corriere dello Sport.

“Eu conheço os pensamentos, as preocupações e os tormentos que estão passando pela sua cabeça. Eu sei que os sentimentos de confusão e, porque não, solidão, que faz com que de repente tudo fique negro. Eu sei bem e é por isso que me sinto próximo de você e do Gattuso, que estão passando por um período triste”, afirmou o ex-jogador, citando também o volante Gennaro Gattuso, também do Milan, que está afastado do futebol por um problema no olho.

Cassano foi internado no último sábado, após a vitória de sua equipe diante da Roma, por 3 a 2, pelo Campeonato Italiano. De acordo com relatos de seus companheiros, ele estava bem, brincando com todos, quando de repente passou a ter problemas de visão, na fala e para se movimentar.

A diretoria do clube italiano ainda não informou qual o problema de saúde do jogador, mas prometeu se pronunciar sobre o assunto ainda nesta quarta-feira. As hipóteses levantadas desde então vão desde um pequeno derrame cerebral até uma doença cardíaca que exigiria cirurgia.

Enquanto maiores detalhes não são divulgados, Maradona limitou-se a desejar sorte ao “amigo”. “Tenho pensado muito em você (Cassano) nestes últimos dias. O acidente que aconteceu com você tocou-me fundo”, escreveu. “Assim, sei que você está esperando para em breve voltar em forma e com serenidade à sua família. Espero vê-lo em um curto espaço de tempo correndo feliz atrás da bola. Espero também pelo futebol, porque a fantasia que um talento como você pode oferecer nunca é demais. Boa sorte, meu amigo”, completou o atual treinador do Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos.