O Rally Dakar mal começou e o número de competidores em disputa já aponta alguns abandonos. Para a etapa realizada entre as cidades de Pisco e Nasca, PER, o grid de largada contou com 437 veículos 12 a menos, sendo na categoria motos a maior incidência.A etapa teve 443 quilômetros: 343 de trecho cronometrado e 100 de deslocamentos. Os obstáculos novamente ficaram por conta das dunas e estradas de pura areia, com bastante fesh fesh (parecido com talco). Se a ASO organização do evento procurava uma região de desertos, a América do Sul é um prato cheio. “Nestes três primeiros dias, a paisagem foi formada por belas sequências de dunas, que o olhos não avistavam o fim. Mas são tão traiçoeiras, quanto bonitas e fascinantes”, comentou o piloto Bruno Sperancini, da equipe Prominas.

Os brasileiros fecharam o dia na 4.ª posição da categoria T3 (exclusiva dos UTVs), no tempo de 05h32min30s. Na classificação geral, eles ocupam o 5.º lugar, com 13h32min56s.

Jean Azevedo

O brasileiro Jean Azevedo assumiu a 35.ª posição da classificação geral das motos no Rally Dakar nesta segunda-feira. O piloto da equipe Avante foi o 31.º primeiro colocado do terceiro trecho da competição, com 243km de especial entre as cidades peruanas de Pisco e Nazca, etapa que considerou perigosa.

A etapa foi vencida pelo chileno Francisco “Chaleco” López, que percorreu os 243km em 2h37min54s, seguido na tabela de tempos pelo português Paulo Gonçalves e o francês Cyril Després, novo líder da classificação geral. O piloto da KTM soma 6h15min03s após três etapas.

Caminhões

Atual campeão entre os caminhões no Rali Dakar, o holandês Gerard De Rooy venceu todas as etapas disputadas até agora em 2013. O caminhão 500, com De Rooy, Coulsoul e Rodewald, conquistou a terceira etapa, entre Pisco e Nazca, no Peru, com o tempo de 2h55min58s. Os russos Nikolaev, Savostin e Ribakov, foram os segundos, com 1min24s de desvantagem.

Carros e motos

Com o carro número 300, o catariano Nasser Al-Ittiyah e o espanhol Lucas Cruz venceram a etapa do Rali Dakar, entre Pisco e Nazca, percorrendo os 243km em 2h30min14. A vitória alçou a dupla à vice-liderança, agora com Peterhansel/Cotret Sainz/Gottschalk ficaram para trás, pois perderam muito tempo. Entre as motos, o experiente Francisco López venceu pela segunda vez em 2013 e também é segundo colocado geral.