A organização do Rally Dakar registrou na madrugada desta quarta-feira (7) a primeira vítima fatal da 30ª edição da prova. O francês Pascal Terry, de 49 anos, foi encontrado morto em uma área de mata densa e difícil acesso.

Ele estreava na prova e disputava a categoria motos. Terry era procurado desde domingo, quando não se apresentou após o segundo trecho cronometrado, entre Santa Rosa e Puerto Madryn, na Argentina.

De acordo com um comunicado dos organizadores, o competidor foi encontrado sem capacete, a cerca de 15 metros de sua moto, cercado por garrafas de água e pacotes de alimentos. A causa da morte ainda é desconhecida e será investigada pela polícia local.

A morte de Terry aumenta para 26 o número de competidores que foram vítima do Rally Dakar, desde a primeira edição. O último piloto a morrer durante a prova, também na categoria motos, foi o australiano Andy Caldecott, na edição de 2006.

Na terça-feira, o piloto inglês Paul Green e seu navegador Matthew Harrison sofreram um grave acidente durante o quarto estágio do rali. Os dois estão na UTI do Hospital de Santa Rosa, em estado grave.