Assim como anunciou em primeira mão o interesse do Corinthians pelo atacante Marcelo, do Atlético, a Tribuna 98 traz aos leitores o ponto final nas negociações. Mesmo considerando que no mundo do futebol tudo pode mudar, a informação atualizada encerra a novela que se estendeu durante todo o período de intertemporada da Copa do Mundo. Ontem à noite, representantes do Timão comunicaram aos empresários de Marcelo e ao Furacão que não vão honrar o compromisso verbal assumido.

Depois de sondar Marcelo após a Libertadores, o clube paulista formalizou uma proposta pouco antes de começar a Copa do Mundo. Depois de diversos encontros, houve um acordo sobre custos e porcentagens: R$ 15 milhões por 50% dos direitos econômicos, ficando os outros 40% com o Furacão para uma futura negociação (outros 10% pertencem a terceiros). Até o salário tinha sido definido: aproximadamente R$ 200 mil. O que emperrou o acerto foi a forma de pagamento.

Enquanto discutia-se a questão, o jogador se recuperou de uma lesão na coxa e se colocou à disposição de Doriva. Nesse meio tempo Marcelo chegou a dar uma entrevista revelando ser torcedor do Timão e se mostrando empolgado com a chance de defender o Alvinegro. O Atlético aceitou um parcelamento, mas mesmo vendendo alguns jogadores o Corinthians não conseguiu o dinheiro necessário. “O Marcelo não fica decepcionado pois sabe o valor que tem. O Corinthians parece ter substimado a negociação”, disse Pablo Miranda, representante do atacante.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook