Foram definidos os atletas que vão compor a Seleção Brasileira de Tênis de Mesa que irá representar o país no Mundial em Guangzhou, na China, de 24 de fevereiro a 2 de março. O comitê técnico e executivo da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) afirma que a equipe pode sofrer mudanças para o Pré-Olímpico em Santo Domingo, República Dominicana.

Depois de Thiago Monteiro (CE) e Cazuo Matsumoto (SP), na equipe masculina, e Cláudia Ikeizumi (SP) e Mariany Nonaka (SP), na feminina, serem definidos para a Seleção Brasileira durante as duas etapas da Seletiva Adulta, realizada dias 12 e 13 de janeiro, no Centro de Treinamento Nacional, localizado no Nacional Atlético Clube, em Barra Funda, São Paulo. Foram definidas as quatro indicações técnicas.

O comitê técnico, formado por Paulo Camargo, Lincon Yasuda, Wei Jainren e Maurício Kobayashi, e o comitê executivo, composto por presidente da CBTM, Alaor Azevedo, vice-presidente, Ivam Vinhas, e secretário geral, Luiz Desiderati, definiram as paulistas Karin Sako e Carina Murashige, que chegaram à final contra as vencedoras da Seletiva, como as outras atletas que irão formar a equipe.

?Analisamos o equilíbrio dos atletas. Tivemos pouco tempo para fechar a Seleção para o Mundial, por isso achamos melhor escolher quem teve melhor desempenho na Seletiva?, explica o técnico Yasuda.

Para a equipe masculina, o amazonense Israel Barreto e o paulista Gustavo Tsuboi são os indicados técnicos. Tsuboi, como Matsumoto e Monteiro, mora na França e joga Abertos pela Europa. Ele chegou à final da segunda etapa da Seletiva contra Matsumoto e fez um belo jogo, apesar de perder por 4 sets a 3. Já Israel é o atual campeão brasileiro da categoria mais alta do ranking: Absoluto A.

Durante a Seletiva, o amazonense parou nas oitavas, na primeira etapa, ao perder de 4 a 1 para Cazuo Matsumoto. Já na segunda, Barreto foi melhor, mas parou nas quartas ao perder, mais uma vez, para Cazuo, campeão do dia, agora de 4 a 0.

A escolha das meninas foi baseada nas finais das duas etapas da Seletiva. A indicada técnica Carina Murashige perdeu por 4 a 1 para Mariany, na primeira etapa. A segunda indicada, Karin Sako, perdeu na final da segunda etapa por 4 sets a 2 para Cláudia.

A equipe masculina terá como técnico o chinês Wei Jainren, já a equipe feminina vai trabalhar com Lincon Yasuda.

A seleção que irá para o Pré-Olímpico, de 30 de março a 5 de abril, garantir vaga para o Brasil nos Jogos Olímpicos, pode não ser a mesma. A amazonense Lígia Silva (que joga pelo clube paulista Estrela de Ouro), atual campeã brasileira do rating A (categoria dividida por nível técnico) e do ranking Absoluto A, ainda tem chances de se classificar, o mesmo com o recordista de medalhas de ouro em Pan-Americanos, Hugo Hoyama.