Exibindo confiança na entrevista coletiva desta segunda-feira, o técnico Diego Simeone afirmou que o Atlético de Madrid mira somente a vitória contra o Barcelona, nesta terça, apesar de jogar fora de casa, no Camp Nou, contra a grande fase vivida pelo time catalão. O jogo será válido pela ida das quartas de final da Liga dos Campeões.

“O Barcelona está jogando muito bem, mas eu acredito muito na minha equipe e estou otimista”, declarou Simeone, para quem a derrota do Barça para o Real Madrid no clássico de sábado não trará consequências para o moral dos catalães. “Não acho que a derrota para o Real Madrid afetará nosso jogo. Sempre esperamos o melhor do Barcelona.”

Apesar da confiança no seu elenco, Simeone admitiu que o ataque formado por Lionel Messi, Luis Suárez e Neymar preocupa. “Estamos acostumados a ver toda a habilidade individual deles. Mas espero que eles enfrentem o melhor de nós também. É importante que os meus jogadores compreendam que um minuto em campo amanhã poderá valer uma vida”, discursou.

Para conter o ataque catalão, o treinador conta com o retorno de Diego Godín, recuperado de lesão. Liberado pelo departamento médico do Atlético, o zagueiro uruguaio participou normalmente do treino de reconhecimento no Camp Nou nesta segunda. “Eu trabalhei duro, por isso pude voltar o quanto antes para estar pronto para amanhã. Estou 100%”, garantiu o defensor.

Reforçando a defesa, Godín aposta no poder do ataque do Atlético para surpreender o Barcelona. “[Antoine] Griezmann está cada vez mais decisivo para nosso time. Ele permite variações, pode jogar em qualquer lugar e pode decidir qualquer jogo”, afirmou o zagueiro.

Enquanto Godín retorna ao time, Simeone perde outro uruguaio. O meia José Giménez, com dores musculares, é desfalque certo no duelo desta terça.