Depois de punir São Paulo e Corinthians, a Conmebol deu continuidade, neste terça-feira, à sua postura de tentar inibir a violência nos estádios sul-americanos. Nesta noite, o Tribunal Disciplinar da entidade resolveu punir o argentino Vélez Sarsfield pela briga entre a sua torcida com a do Peñarol, na terça-feira passada.

No duelo realizado no Estádio Centenário de Montevidéu, pela Libertadores, diversos membros das duas torcidas se enfrentaram na parte das arquibancadas onde havia a separação entre uruguaios e argentinos. Cadeiras, paus e pedras foram arremessados de um lado para outro, deixando sete feridos. Duas pessoas foram presas.

Punido pela Conmebol, o Vélez vai ter que mandar a sua própria partida da Libertadores com portões fechados, assim como faz o Corinthians. Este jogo será exatamente contra o Peñarol, na próxima terça-feira. Os argentinos também não poderão contar com o apoio da sua torcida em jogos como visitante até a semifinal. O clube ainda pagará multa de 100 mil dólares. Já o Peñarol recebeu apenas uma multa de 14 mil dólares.