O Conselho Deliberativo do Palmeiras rejeitou, na noite de segunda-feira (27), a mudança no estatuto do clube que prorrogaria o mandato de Affonso Della Monica, atual presidente, até o final de 2009. Para que a mudança ocorresse, eram necessários 145 votos favoráveis. No entanto, a proposta só foi aprovada por 133 conselheiros.

Caso o Conselho Deliberativo aceitasse a mudança no estatuto do Palmeiras, a alteração teria que ser aprovada pelos sócios do clube. A Assembléia Geral dos Sócios deve ocorrer em dezembro, mas ainda não está claro se o projeto, rejeitado pelos conselheiros, poderá ser votado novamente.

O atual mandato de Affonso Della Monica se encerrará em janeiro de 2009, quando deve ocorrer nova eleição presidencial. Como já cumpriu dois mandatos, o atual presidente do Palmeiras não poderá participar do próximo pleito.