Deixando o empate em casa em 1×1 com o Rio Branco para trás, o Paraná Clube já foca no Londrina, adversário do próximo sábado, no Estádio do Café. Fora de casa, o Tricolor vai precisar buscar o resultado positivo, contra um adversário direto na luta pela classificação para o mata-mata do Campeonato Paranaense.

A equipe sabe da pressão de voltar a vencer, após dois empates seguidos, e, principalmente, de estar entre os oito melhores da competição. “A gente tem que ter calma nesse momento. Agora é hora de colocar o que tem de melhor em campo, porque jogar contra o Londrina é dificílimo, se não for um dos mais difíceis que vamos enfrentar agora”, alertou o meio-campista Fernando Gabriel.

Para a partida no norte paranaense, o técnico Milton Mendes não contará com Toty, Júnior Lopes e Giancarlo, suspensos. Além deles, Ricardo Conceição é dúvida, depois de deixar o campo contra o Leão da Estradinha sentindo uma lesão muscular.

Para o volante Cambará, a situação será resolvida pelo treinador, que já testou grande parte do elenco paranista. “A gente tem alguns jogadores suspensos e o Ricardo (Conceição) está no departamento médico, mas esses problemas a gente deixa para o professor resolver. Ele tem um grupo em que a maioria já foi testada, então ele vai achar as melhores peças para esse jogo”, garantiu.

O elenco do Tricolor tem a semana livre para trabalhar e, mesmo sabendo das qualidades do adversário, não pensa em outro resultado a não ser a vitória. “Vamos enfrentar o Londrina e sabemos da equipe deles, da qualidade, mas nosso pensamento é vencer”, frisou o goleiro Marcos.