O jornalista alemão Hajo Seppelt, que revelou o escândalo de doping que abalou o esporte russo nos últimos anos, não viajará para a Copa do Mundo por motivos de segurança, informou o canal de televisão ARD.

A Rússia havia rejeitado o pedido de visto de Seppelt para cobrir o torneio, mas depois recuou ante a pressão internacional.

As agências alemãs responsáveis pela segurança consideraram que era arriscado para o jornalista viajar à Rússia.