SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – A diferença de comportamento depois da polêmica aparição no jogo contra a Nigéria, pela última rodada da primeira fase, começou inclusive pelo posicionamento e pela companhia. Depois de assistir aos jogos anteriores em áreas privativas, com bebidas alcoólicas por perto, desta vez Maradona estava numa bancada junto a outras personalidades.

Entre eles o brasileiro Ronaldo, que sentou à sua direita durante boa parte da partida. Quem não saiu de perto dele, porém, foi a namorada, Rocío Oliva, que chegou à Rússia apenas neste sábado.

A presença dela, aliás, parece ter influenciado no comportamento do craque. Depois do show contra a Nigéria, quando chegou a ser filmado sendo quase carregado para uma área VIP depois do jogo, Maradona mandou um áudio de Whatsapp à namorada para explicar que estava tudo bem e que apenas sua pressão havia subido depois do gol da vitória. Esse áudio foi vazado e publicado pela imprensa argentina.

Desde então, Oliva, que havia ficado na Argentina por questões familiares, passou a ser procurada constantemente pela imprensa, que inclusive acompanhou seu embarque para Moscou. Neste sábado, com a camisa da seleção argentina, acompanhou o namorado na Arena Kazan.

Diferente do jogo contra a Nigéria, porém, Maradona não teve o que comemorar. A Argentina até chegou a abrir 2 a 1 no placar no início do segundo tempo, mas levou a virada, por 4 a 3, e deu adeus ao Mundial.