Fim de festa. O sonho do hexa acabou. O Brasil foi derrotado pela Bélgica, por 2 a 1, nesta sexta-feira (6), em Kazan, e se despediu da Copa do Mundo da Rússia. Os belgas seguem no Mundial e enfrentam a França nas semifinais.

O duelo começou com a Bélgica pressionando no campo de ataque e conseguindo a primeira finalização logo no primeiro minuto com De Bruyne. Apesar do domínio dos belgas, o Brasil chegou a acertar a trave com o zagueiro Thiago Silva, aos sete minutos. A seleção brasileira começava a sair bem pro jogo, mas, em uma cobrança de escanteio da Bélgica, o volante paranaense Fernandinho, ex- Atlético, acabou marcando contra o próprio patrimônio.

Veja os memes da eliminação da seleção brasileira!

O gol abalou a confiança brasileira. O Brasil dava muito espaço no meio-campo e a Bélgica sempre chegava com perigo no contra-ataque. Tanto que, aos 30 minutos, o craque De Bruyne arriscou uma bomba e a bola morreu no canto da meta brasileira. Os comandados de Tite estavam completamente acuados em campo.

Para o segundo tempo, o Brasil voltou com Firmino no lugar de Willian. Mas, a seleção continuou errando muito. Fernandinho não dava um passe certo. O paranaense fez uma péssima partida. Aos 10 minutos, os brasileiros pediram pênalti em cima de Gabriel Jesus. O árbitro conferiu o lance e mandou o jogo seguir.

Vendo a sua equipe sem poder ofensivo, Tite colocou Douglas Costa na vaga do centroavante Gabriel Jesus. Porém, parecia que o nervosismo tomava conta dos jogadores brasileiros. Até Coutinho, que fazia uma boa Copa do Mundo, não acertava passes fáceis.

Confira a tabela da Copa do Mundo!

O comandante da seleção colocou então Renato Augusto no lugar de Paulinho. E o cara teve estrela. Aos 30 minutos, ele recebeu na área e desviou de cabeça pras redes, após levantamento de Coutinho. A pressão brasileira foi muito grande até o apito final, mas, não teve jeito.

FICHA TÉCNICA

COPA DO MUNDO
Quartas de final

BRASIL 1×2 BÉLGICA

Brasil
Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho (Renato Augusto), Philippe Coutinho e Willian (Firmino); Neymar e Gabriel Jesus (Douglas Costa).
Técnico: Tite

Bélgica
Courtois; Alderweireld, Kompany e Vertonghen; Witsel, Fellaini, Meunier e Chadli (Vermaelen); De Bruyne, Lukaku (Tielemans) e Hazard.
Técnico: Roberto Martínez.

Local: Arena Kazan (Kazan-RUS)
Árbiro: Mirolad Mazic (SER)
Assistentes: Milovan Ristic e Dali Djurdjevic
Gols: Fernandinho (contra) aos 12’ do 1ºT; De Bruyne (BEL) aos 30’ do 1º T; Renato Augusto (BRA) aos 30′ do 2ºT;

Cartões amarelos: Alderweireld e Meunier (BEL); Fernandinho e Fagner (BRA);