SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Isabelle Silva, mulher do capitão da Seleção Thiago Silva, tem feito vários passeios com a família pela Rússia e revelou que tem tentado economizar grana no táxi. Neste domingo (1), ela andou espremida com mais quatro pessoas da família atrás do veículo e acabaram parados em uma blitz, já que só é permitido transportar no máximo três pessoas no banco de trás.

“A gente está igual siri na latinha dentro do táxi. Aqui em Sochi raramente tem um táxi com taxímetro, cada um dá seu preço e fica aquele jogo de baixa. Então para não precisar pagar dois táxis, a gente anda assim, todo amontoado. Fomos pesquisar nosso táxi de volta, deu 500 rublos (R$ 30), eu falei, ‘500 não, 400’. O terceiro táxi aceitou, mas não queria carregar os quatro atrás, mas carregou”, explicou.

O táxi acabou sendo parado em uma blitz e a mulher de Thiago contou no Instagram que o motorista afirmou que foi multado.

“Nós paramos na blitz porque estamos em quatro. Minha dúvida é, será que ele vai ganhar multa e vai cobrar multa da gente? Pelo amor de Deus, quis economizar no táxi, vou pagar multa? Jamais? Não mesmo, vou dar uma de louca”, disparou.

Em seguida, alguns internautas questionaram como acabou a história e Isabelle respondeu. “Diz o táxi que o policial cobrou 500 rublos, sei que eu não paguei nada, a não ser os 400 da corrida (cerca de R$ 24). Pra gente não mudou nada”.

Thiago Silva é um dos jogadores mais bem pagos do Paris Saint Germain, com salário mensal de 1,33 milhão de euros.

Além da mulher e dos filhos Iago e Isago, o irmão de Thiago, o pai e a mulher, um sobrinho, a sogra, um amigo e uma tia de Isabelle também estão na Rússia acompanhando a Copa do Mundo.