SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Em sua primeira Copa do Mundo, a Islândia tem um desafio complicado logo na partida de estreia: enfrentar Lionel Messi. Apesar de ter pela frente um dos maiores jogadores do mundo, o capitão da seleção islandesa, Aron Gunnarsson, se mostrou confiante em parar o camisa 10 da Argentina.

Para justificar o otimismo, Gunnarsson relembrou o duelo contra Portugal na Eurocopa de 2016. Na ocasião, a Islândia teve sucesso em neutralizar Cristiano Ronaldo e empatou o duelo em 1 a 1.

“Uma das maiores tarefas será parar Lionel Messi, possivelmente o melhor atacante do mundo. Conseguimos fazer isso com Cristiano Ronaldo na Eurocopa, por que Messi deveria ser um problema na Copa do Mundo?”, disse o volante à revista islandesa The Reykjavik GrapeVine.

Gunnarsson aproveitou também para afirmar que a Islândia não deve ser subestimada no Mundial e citou outro jogo da campanha da Euro 2016 como exemplo.

“Não tenho ilusões sobre nossos adversários. Jogaremos contra os melhores do mundo e temos muito respeito. A pergunta é: eles nos respeitam? Nos subestimar pode provar ser uma casca de banana. Basta perguntar à Inglaterra”, acrescentou se referindo às oitavas de final da última Eurocopa, quando os islandeses eliminaram a Inglaterra ao vencer por 2 a 1.

A Islândia enfrenta a Argentina no próximo sábado (16), em Moscou, pela primeira rodada do Grupo D. A chave ainda conta com Croácia e Nigéria.