SÃO PAULO, SP (UOL./FOLHAPRESS) – A derrota por 2 a 1 para o Uruguai neste sábado (30) resultou para Portugal a eliminação da Copa do Mundo nas oitavas de final. O treinador Fernando Santos lamentou o revés e defendeu que sua equipe merecia mais pelo jogo que fez.

“Entramos bem no jogo, criamos condições para fazer gols e não fizemos. O Uruguai fez o gol na primeira vez que chegou. Nós procuramos, tentamos chegar, mas não deu”, resumiu o treinador assim que a partida terminou no Estádio Olímpico de Fisht, em Sochi.

Portugal de fato teve mais a bola (65% da posse) e martelou a seleção adversária, mas cruzou bolas demais na área e foi ao intervalo atrás no placar. “No segundo tempo as coisas melhoraram, fizemos o gol, que era o mais difícil. A equipe tentou, os jogadores trabalharam muito, lutaram. Estamos muito tristes, mas o futebol é isso”, lamentou Fernando Santos.

O discurso do meia Bernardo Silva é parecido. O camisa 11, que já tinha jogado pouco durante a fase de grupos, teve atuação discreta mais uma vez. “Foi nos pequenos detalhes”, afirma. “Senti que Portugal conseguiu assumir o controle, mas o Uruguai tem jogadores com enorme capacidade de contra-ataque e conseguiu ganhar os duelos. Claro que temos muitos méritos, mas parabéns ao Uruguai”, disse o jogador.

Portugal volta para casa após campanha questionável na Copa do Mundo, com uma vitória, dois empates e esta derrota que resulta em eliminação nas oitavas de final. O Uruguai, por sua vez, avança para enfrentar a França às 11 horas (de Brasília) desta sexta-feira (6).