Neto, Valencia (Lisa), Manoel, Fransérgio, Rhodolfo e Márcio Azevedo; Chico, Branquinho (Tartá) e Paulo Baier; Bruno Mineiro e Alex Mineiro. Essa foi a escalação do Atlético que enfrentou e perdeu para o Vitória-BA, por 1 x 0, na última rodada antes da fase pré-Copa do Brasileirão. Passados quase 40 dias, o Furacão é praticamente outro para a continuidade da Série A.

Amanhã, contra o Cruzeiro, na Arena, o técnico Paulo César Carpegiani levará a campo um novo Atlético, inclusive na formatação tática. Em vez do 3-5-2, que até então era praticamente o sistema oficial do Furacão, o técnico tenta implantar um misto entre os difundidos 4-4-2 e 4-3-3 que pode gerar o 4-2-3-1, esquema mais visto na Copa do Mundo entre as seleções.

Essa salada de números fica simplificada quando o posicionamento em campo ganha nomes. Carpegiani vem treinando a seguinte equipe: Neto; Leandro, Manoel e Rhodolfo e Jean; Fransergio e Renan; Paulo Baier Bruno Mineiro e Paulinho; Alex Mineiro.

Hoje cedo, o técnico comanda a última movimentação antes da reestreia rubro-negra.