São Paulo – São grandes as chances de Antônio Lopes escalar um time misto para encarar o desesperado Vasco, amanhã, no Pacaembu. Além das dúvidas por causa de lesões e cansaço muscular, como Tevez, Roger e Eduardo Ratinho, o técnico do Corinthians tem dois desfalques certos por acúmulos de cartões amarelos: Marcelo Mattos e Marinho.

No meio-de-campo, a vaga está entre Fabrício e Bruno Octávio, que foi liberado pelo departamento médico depois de se recuperar de uma torção no tornozelo direito. Na defesa, Wescley será o novo companheiro de Betão.

Mas Antônio Lopes também tem algumas boas notícias. Carlos Alberto pode voltar ao time, após cumprir suspensão. E o departamento médico já liberou Jô e Marcus Vinícius, que estavam contundidos.

Mais de 15.800 ingressos já foram vendidos antecipadamente para o jogo.

Preocupação

A luz amarela se acendeu no Corinthians. Todo o planejamento montado pela comissão técnica não está sendo suficiente para manter os jogadores inteiros na maratona de jogos que envolve Brasileiro e Copa Sul-Americana. Pior do que isso. A maior vítima do desgaste tem sido justamente a estrela do time: Carlitos Tevez.

O argentino tem recebido atenção especial dos médicos do clube. E não está sendo fácil recuperá-lo com uma partida atrás da outra em um espaço de tempo tão curto. Diante do Paysandu, anteontem, Tevez mais uma vez deixou o gramado mancando. Em sua rápida entrevista à beira do campo, admitiu que estava sentindo muitas dores, mas que não queria ficar fora de nenhum jogo.

No entanto, não será novidade caso o técnico Antônio Lopes não relacione Tevez nem para o banco de reservas amanhã. ?Ele recebeu um tostão, uma ?paulistinha? na coxa. Passou a noite sob medicação e já iniciou tratamento, mas precisará passar por uma reavaliação?, explicou o médico Paulo de Faria.