O assédio crescente do futebol europeu pelo volante Paulinho já faz o Corinthians admitir abertamente que pode perder o jogador nesta janela de transferência, entre julho e agosto. Além do interesse antigo da Inter de Milão (Itália), o Tottenham, da Inglaterra, aparece como o novo candidato a contratar o titular da seleção brasileira.

“Há dois anos, nas últimas janelas, tivemos essa procura e conseguimos que ele ficasse, mas vai ficando cada vez mais difícil”, reconheceu o diretor-adjunto do clube, Duílio Monteiro Alves, que negou que o Corinthians já tenha recebido propostas oficiais por Paulinho. “Não há nada oficial por enquanto. Aguardamos os próximos dias para falarmos de fatos concretos. Estamos no aguardo.”

Aos 24 anos, Paulinho se tornou um dos principais focos das atenções desta janela de transferências do futebol europeu, após a saída do atacante Neymar para o Barcelona. Além de titular da seleção brasileira, pela qual marcou um gol na estreia na Copa das Confederações (vitória por 3 a 0 sobre o Japão, sábado, em Brasília), o volante é uma espécie de “termômetro” do time do Corinthians e peça fundamental do esquema de jogo do técnico Tite.

“A intenção do clube é a de que ele continue, mas vamos esperar para ver o que virá, se é bom para ele, bom para o Corinthians, para a gente tomar uma decisão”, comentou o dirigente corintiano. Os direitos econômicos do jogador estão divididos igualmente entre o clube do Parque São Jorge e o Audax, onde Paulinho foi revelado.