A diretoria do Corinthians divulgou na quarta-feira (27) o fim do acordo com o Consórcio Egesa, que seria responsável pelo novo estádio do clube. Em nota oficial, os dirigentes corintianos apontam “dificuldades na regularização do imóvel pretendido” para o fim do compromisso.

O Corinthians e o consórcio tinha assinado uma carta de intenções no início do ano, em que estava prevista a compra de um terreno localizado na Marginal Tietê, a cerca de dois quilômetros do Parque São Jorge.

No entanto, o consórcio demorou para formalizar a compra do imóvel e não conseguiu garantir uma carta de crédito para a realização das obras.

Mesmo com o fim do acordo, o presidente do Corinthians, Andres Sanchez, reafirmou à torcida que o clube terá um novo estádio até 2011. Nesta semana, a prefeitura também voltou a oferecer o Estádio do Pacaembu à diretoria do clube.