A noite desta quarta-feira foi de festa para o Corinthians. No jogo da entrega das faixas pela conquista da Copa do Brasil, o alvinegro de Parque São Jorge teve grande atuação no primeiro tempo e venceu o Fluminense por 4 a 2, em duelo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Com a vitória, o time subiu para o quinto lugar.

O triunfo no Pacaembu aumentou a confiança do grupo corintiano, que espera conquistar a Tríplice Coroa – ganhar na mesma temporada o Paulistão, a Copa do Brasil e o Brasileirão. O técnico Mano Menezes considerou a partida contra o Fluminense como “a primeira do grupo totalmente focada no Nacional”.

O Corinthians teve força máxima nesta quarta – apenas o zagueiro William, machucado, ficou fora. O começo do jogo, no entanto, foi de domínio da equipe de Carlos Alberto Parreira. O Fluminense perdeu duas grandes chances com Fred, aos 6 e aos 12 minutos. Depois disso, só deu Corinthians.

A festa alvinegra no Pacaembu foi comandada por Ronaldo. Em noite de muita inspiração, o Fenômeno marcou seu primeiro gol aos 24 minutos. Douglas deu passe preciso para o atacante, que girou dentro da grande área e tocou no canto do goleiro Ricardo Berna – o estádio, praticamente lotado, explodiu em alegria.

O Fluminense entrou em pane e o Corinthians aproveitou para definir a vitória ainda no primeiro tempo. Aos 29 minutos, Ronaldo tocou para Cristian, que deu de primeira para Dentinho dentro da grande área – o camisa 31 tocou no canto direito de Berna e novamente estufou as redes cariocas.

O primeiro tempo ainda registrou um lance sensacional de Ronaldo. Aos 35, o Fenômeno deixou Cássio para trás e Edcarlos no chão. Com um suave toque, dentro da área, ele mandou outra vez no canto de Berna e cravou 3 a 0 – o rosto de desespero de Parreira ao ir para o intervalo foi o reflexo da grande atuação alvinegra.

SUSTO DO FLUMINENSE – Na etapa final, o Corinthians tirou o pé do acelerador. Mesmo assim, criou uma chance para marcar o quarto. Aos 12 minutos, Ronaldo recebeu passe de Elias pela esquerda. O Fenômeno chutou cruzado, mas a bola passou pela esquerda do gol de Berna.

Parreira decidiu ir para o tudo ou nada e fez três mudanças de uma só vez no Fluminense – colocou Alan, Marquinho e Carlos Eduardo. O time evoluiu o chegou ao primeiro gol aos 26 minutos. O argentino Conca ganhou de Cristian no meio de campo, carregou até a área e chutou na saída de Felipe.

O Fluminense se animou com o gol e deu um sufoco no Corinthians. Aos 33 minutos, Alan avançou com liberdade pela esquerda. Ele entrou na área, tirou de Felipe e cruzou. Diego tentou afastar, mas chutou para o fundo das próprias redes. Por um instante, o Pacaembu se silenciou.

Mas as chances de reação do Fluminense foram zeradas após a expulsão infantil de Fred, aos 37 minutos, por ofender o árbitro Heber Roberto Lopes. Com um a mais em campo, o Corinthians aproveitou para fechar o marcador em 4 a 2. Ronaldo acertou um lindo chute de fora da área, aos 40, e garantiu a alegria da Fiel.

Ficha técnica

Corinthians 4 x 2 Fluminense

Corinthians – Felipe; Alessandro (Diogo), Chicão, Diego e André Santos; Cristian, Elias e Douglas (Boquita); Jorge Henrique, Dentinho e Ronaldo (Henrique). Técnico: Mano Menezes.

Fluminense – Ricardo Berna; Mariano, Cássio, Edcarlos e João Paulo;

Wellinton Monteiro, Diguinho (Alan), Fabinho (Marquinho) e Conca: Leandro Amaral (Carlos Eduardo) e Fred. Técnico: Carlos Alberto Parreira.

Gols – Ronaldo, aos 24 e aos 35, e Dentinho, aos 29 minutos do primeiro tempo; Conca, aos 27, Diego (contra), aos 32, e Ronaldo, aos 41 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos – André Santos e Jorge Henrique (Corinthians); Cássio e João Paulo (Fluminense).

Cartão vermelho – Fred (Fluminense).

Árbitro – Heber Roberto Lopes (Fifa-PR).

Renda – R$ 951.184,00.

Público – 27.329 pagantes.

Local – Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).