Uma comitiva do Corinthians foi nesta segunda-feira ao Rio de Janeiro, na sede do Comitê Organizador Local (COL)/Fifa, para entregar as garantias financeiras da construção do estádio do clube em Itaquera (zona leste de São Paulo). O grupo foi recebido por Ricardo Trade (coordenador de operações) e Fabio Starling (gerente-geral de relacionamento entre a Fifa e as cidades-sede), do COL, e Fulvio Dantas, representante da Fifa no Brasil.

Do lado da sede paulista estavam Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing do Corinthians, Emanuel Fernandes, secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional de São Paulo e membro do Comitê Paulista, Gilmar Tadeu Ribeiro Alves, da Especial de Articulação da Copa, e Raquel Verdenacci, coordenadora da secretaria executiva do Comitê Paulista.

O documento foi entregue garantindo a engenharia financeira do valor total do estádio e com responsabilidade exclusiva da Odebrecht, que ainda vai firmar um compromisso com as instituições bancárias que serão parceiras no negócio. Agora, o COL terá algumas semanas para fazer a análise do material e ver se “o cheque terá fundos”, expressão usada por um dos envolvidos no processo de análise e que mostra se o Corinthians terá poder de fogo para garantir a construção da arena sem maiores contratempos.

A previsão é que o estádio do Corinthians fique pronto em dezembro de 2013. Atualmente, estão sendo feitos serviços de terraplenagem no terreno em Itaquera, com mais de 40 máquinas trabalhando todos os dias. Até agora tudo está dentro do cronograma e em cerca de um ano já será possível ver o “esqueleto” do estádio corintiano.