O atacante Finazzi praticamente acertou nesta sexta-feira (28) sua renovação de contrato com o Corinthians por mais um ano. A assinatura do novo acordo só não saiu ainda porque o jogador e seu empresário, Wilson Rezende, querem o pagamento das luvas à vista, enquanto o Corinthians pretende parcelar o valor.

Rezende afirmou, no entanto, que essa questão não deve atrapalhar a renovação. Ele disse que o jogador, embora tenha recebido outras seis propostas, pretende continuar no Corinthians, e que a diretoria do clube e o técnico Mano Menezes desejam sua permanência.

Para o meio-de-campo, a diretoria admitiu nesta sexta-feira que está de olho em dois nomes: Lúcio Flávio, do Botafogo, e Pedrinho, do Santos. O segundo caso é mais fácil, já que o jogador está em fim de contrato e sua contratação só exigiria o pagamento de salários. Já a situação de Lúcio Flávio é mais complicada e poderia envolver a liberação de outros jogadores, entre eles o meia Roger.