O Corinthians está perto de acertar a renovação do zagueiro Paulo André. O jogador, que estava emprestado pelo Le Mans, da França, deve ser adquirido em definitivo. Há pelo menos um mês os dois clubes negociam a situação do atleta, que tem contrato até agosto. O Le Mans, inicialmente, exigiu um porcentual de algum jogador das categorias de base para ceder o atleta em definitivo, enquanto o Corinthians queria pagar em dinheiro.

Os franceses aceitaram e os dois clubes estão negociando o valor e a forma de pagamento da transação. O empresário de Paulo André marcou uma reunião com a diretoria do Corinthians para esta semana.

A permanência do jogador é um pedido do técnico Mano Menezes. Paulo André é reserva imediato de Chicão e William. Ambidestro, joga nas duas posições da zaga, mantendo a qualidade da dupla titular. Além disso, Mano não tem a certeza da permanência de Chicão, que ainda pode ser negociado com o futebol europeu. A diretoria, no entanto, garante que o zagueiro artilheiro vai continuar no Parque São Jorge.

“Pedi para que o Chicão tenha paciência e aguarde a chegada do presidente (Andrés Sanchez) para que possamos fazer a renovação do contrato dele”, disse o diretor de futebol Mário Gobbi. Para continuar no Corinthians, Chicão, cujo contrato termina em dezembro, vai exigir compensação financeira: luvas e aumento de salário.