Um Corinthians com uma escalação muito diferente da que enfrentou o Figueirense, na última quarta-feira, deve ir a campo para a partida diante do Internacional, na próxima segunda, às 20 horas, no Itaquerão, no fechamento da antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Oswaldo de Oliveira pode fazer até seis alterações na equipe, em decorrência de problemas físicos, recuperação de jogadores e suspensões.

Teoricamente, existem apenas cinco jogadores com a vaga de titular assegurada, casos de Walter, Fagner, Willians, Camacho e Marquinhos Gabriel. Na zaga, Balbuena e Vilson, que estavam suspensos, devem retornar ao time e mandar os garotos Léo Santos e Pedro Henrique para o banco de reservas.

Na lateral esquerda, Uendel deve se recuperar de uma tendinite no tornozelo esquerdo e pode retornar ao time, no lugar do garoto Guilherme Arana. A expectativa é a de que ele treine com os demais jogadores nesta sexta-feira.

Outro que também deve se recuperar e reforçar a equipe é o atacante Guilherme, que passou a semana fazendo tratamento de dores no adutor da coxa direita. Romero está de volta ao time após defender a seleção paraguaia nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

No confronto com o Figueirense, o Corinthians perdeu três jogadores por suspensão. Rodriguinho e Lucca receberam o terceiro cartão amarelo e Giovanni Augusto foi expulso. Sem o trio, Oswaldo deve fazer testes para definir quem joga. Marlone tem grandes chances de ganhar mais uma oportunidade, assim como Gustavo, que ainda não conseguiu marcar com a camisa corintiana.

O elenco corintiano volta aos treinos na tarde desta sexta-feira e, após encarar o Inter, ainda enfrentará o Atlético-PR, novamente no Itaquerão, no dia 27, e o Cruzeiro, no Mineirão, no dia 4 de dezembro, na rodada final do Brasileirão.