O Corinthians pode considerar que o ano de 2013 começará de verdade nesta quarta-feira, às 22 horas, contra o Mogi Mirim. Saem os reservas e a “novidade” Zizao e entram os titulares, que estão de volta. A partida, pela quarta rodada do Campeonato Paulista, marcará o retorno dos principais jogadores ao time e o reencontro dos campeões mundiais com o estádio do Pacaembu – 13 mil ingressos já foram vendidos. Estarão em campo 9 dos 11 jogadores que iniciaram a histórica partida contra o Chelsea, em 16 de dezembro, em Yokohama, no Japão.

O goleiro Cássio e o zagueiro Chicão, que se recuperam de lesões, estão fora do jogo. O atacante Alexandre Pato também não jogará. E o meia Renato Augusto, que comandou os reservas na única vitória do time na temporada (1 a 0 sobre o Mirassol), ficará no banco de reservas.

A demora para colocar o time principal em campo ocorreu por causa do próprio Mundial de Clubes da Fifa – as férias dos principais jogadores do elenco começaram e terminaram mais tarde. Os titulares fizeram uma pré-temporada de quase duas semanas no CT Joaquim Grava, atuaram meio tempo em um jogo-treino contra o Flamengo, de Guarulhos, e só agora foram liberados para uma partida oficial.

Certamente faltará um pouco de fôlego ao time, mas o confronto desta quarta será o primeiro passo da preparação do Corinthians para a estreia na Copa Libertadores, no próximo dia 20, contra o San Jose, na Bolívia.

Não por acaso, Tite pediu aos jogadores durante o treino desta terça que tocassem a bola “de zagueiro a zagueiro”. Ele não quer saber de correria desenfreada logo na primeira partida dos titulares no ano. É preciso dosar o ritmo para aguentar os 90 minutos – e já se sabe que alguns não aguentarão. No mais, ele foi o Tite de sempre. Exigiu jogadas pela laterais, triangulações e treinou muitas bolas áreas – os zagueiros Paulo André e Gil, o substituto de Chicão, jamais jogaram juntos.

Esse primeiro jogo também dará sinais do que será o Corinthians em 2013. Douglas agora é mesmo reserva e, como na final no Japão, Jorge Henrique formará o trio de atacantes com Emerson e Guerrero. No gol, Danilo Fernandes foi promovido a reserva imediato de Cássio – Júlio César agora é o terceiro goleiro.

As dúvidas que Tite ainda tem são quem ele vai tirar do time para a entrada de Renato Augusto, que chegou para brigar por posição, e quem sairá para a entrada de Alexandre Pato – ele pode estrear no domingo contra o Oeste, também no Pacaembu.

A preocupação maior de Tite e dos dirigentes, no entanto, é um possível salto alto do time após a conquista do Mundial. O temor é que os jogadores acreditem que o Corinthians é “o time a ser batido” em 2013. Nesta terça, antes do treino, o técnico chamou seus titulares para uma conversa no meio do gramado. E ficou bem claro que ele não estava passando nenhuma instrução aos seus jogadores.

Tite tem uma carta na manga para manter o elenco motivado: a chegada de Alexandre Pato e Renato Augusto dá a ele argumento para tirar do time quem, em sua opinião, estiver sem vontade. “A ansiedade existe, sabemos que teremos dificuldades, mas não vai faltar disposição para fazermos um grande jogo”, falou Paulinho, que anunciou sua permanência no clube pelo menos até junho.

Até aqui, a campanha do Corinthians no Paulistão é apenas razoável: um empate, uma derrota e uma vitória. O time ocupa o 12.º lugar, mas como o regulamento prevê que oito clubes irão à próxima fase, isso não tira o sono de ninguém. Com os titulares de volta, o Corinthians deve se garantir sem dificuldades na próxima etapa do Estadual.