Os mandos agora são invertidos, mas a confiança do Corinthians é grande em repetir o bom desempenho do primeiro turno na série de jogos que vem pela frente. Metade dos 22 gols que o time fez no campeonato foram marcados diante dos próximos sete adversários. E importantes 15 pontos somados na tabela.

Diante do Criciúma neste sábado, Tite espera repetir a segura vitória da primeira fase para iniciar a arrancada para longe da faixa de perigo. “Nossa equipe tem qualidade e é fazer de tudo para ganhar do Criciúma e deixar essa zona de incômodo”, avalia o volante Ralf, confiante no fim do jejum de gols de quatro jogos e num respiro.

Em Santa Catarina, a equipe fez 2 a 0 e o planejamento é novamente não dar chances a um concorrente contra o rebaixamento. O Criciúma é o primeiro da zona de queda e a meta é deixá-lo a oito pontos de distância.

Na sequência, o Corinthians enfrentará outras seis equipes nas quais somou pontos, anotando gols em cinco delas: Santos (1 a 1), Vitória (2 a 0), Fluminense (0 a 0), Coritiba (1 a 0), Vasco (1 a 1) e Flamengo (4 a 0).

“A bola está teimando em não entrar. Mas a gente sabe do potencial do nosso grupo, agora levantar cabeça e buscar a volta por cima diante do Criciúma”, enfatiza o zagueiro Gil.

O que ainda motiva mais os corintianos é a volta de alguns jogadores importantes. O atacante Alexandre Pato retornou da seleção brasileira e tem escalação garantida para a volta do esquema com três atacantes.

Recuperados de lesão, o meia Renato Augusto e o atacante peruano Guerrero devem ser as outras novidades em Itu. Curiosamente, a dupla foi responsável pelos gols em Santa Catarina.

“Para sairmos dessa fase complicada precisamos de persistência e trabalho. Nesse próximo jogo vamos ter o retorno de peças importantes e precisamos traduzir esses reforços em vitória. A reação não pode passar deste fim de semana”, acredita Tite.