Vaias, críticas, reclamação da torcida e virada no placar. Assim foi o retorno do Corinthians ao Pacaembu. O time superou os erros de sempre e venceu o Grêmio por 2 a 1 hoje, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o técnico Paulo Cezar Carpegiani ainda pode deixar o clube.

A vitória tirou o time da zona do rebaixamento. Com 23 pontos, o Corinthians superou Náutico e Atlético Paranaense na classificação e já aproxima a equipe de uma vaga na Copa Sul-americana. A derrota tirou do Grêmio a chance de terminar o primeiro turno dentro da zona de classificação da Taça Libertadores. A equipe gaúcha fica com 28 pontos, a um ponto do Cruzeiro, o último eventualmente classificado.

Os dois times tiveram boa chance de abrir o marcador ainda na primeira parte do primeiro tempo. Aos 7, depois de uma saída de jogo errada de Gustavo Nery, Tcheco lançou Tuta na área, o atacante gremista tentou encobrir o goleiro Felipe, que conseguiu evitar.

Aos 13, Clodoaldo recebeu a chamada ‘bola dos sonhos’. Vampeta fez grande lançamento e encontrou o atacante livre na área, apenas com o goleiro Saja pela frente. O corintiano teve tempo de matar a bola no peito, antes de chuta à direita do gol.

Apostando nos erros da zaga corintiana, o Grêmio se deu bem. Aos 37, Diego Souza desviou de cabeça na intermediaria e a bola sobrou para Tcheco, que recebeu livre na área. Ele avançou e bateu cruzado. O chute saiu torto, mas Carlos Eduardo estava atento para entrar livre na segunda trave e completar para o gol.

Querendo pelo menos o empate, o Corinthians foi ainda mais para o ataque no segundo tempo. Em 13 minutos, o time perdeu duas boas chances, uma com Edson, que recebeu livre na área, mas preferiu tentar cavar o pênalti, ao invés de chutar. Willian também tentou, num belo chute de longe, com direito a curva, que Saja espalmou.

Se faltou técnica, sobrou garra ao Corinthians. Assim o time conseguiu o empate, aos 36, depois de um escanteio cobrado por Willian, que o zagueiro Pereira tentou tirar, mas que encontrou livre na segunda trave Finazzi. Antes sem credibilidade – o jogador sequer tinha ficado no banco em alguns jogos – o camisa 9 cabeceou firme para marcar. Aos 38, foi dele o passe que encontrou Gustavo Nery livre na entrada da área. O lateral-esquerdo bateu firme para marcar o primeiro gol em seu retorno e dar a vitória ao time.

Na quarta-feira, o Corinthians enfrenta o Botafogo, no Maracanã, em jogo válido pela sétima rodada. No final de semana, o adversário será o Juventude, em Caxias do Sul, no domingo. Na véspera, o Grêmio recebe o Paraná, no Olímpico.