Um pequeno grupo de torcedores compareceu ao treino da manhã deste sábado, no Parque São Jorge, para protestar contra o goleiro Felipe.

Vestidos com roupas de uma das organizadas corintianas, os torcedores exibiram cartazes pedindo a saída do jogador. Um deles dizia “Fora Felipe traidor! Não conhece a tradição!”.

Felipe está treinando separadamente do elenco desde o início desta semana. Ele comunicou à diretoria que tinha uma proposta do Genoa e teria, inclusive, deixado a concentração em Águas de Lindoia, onde o time fez parte da intertemporada, sem a permissão dos dirigentes.

O Genoa, no entanto, desistiu de contratá-lo devido à nova regulamentação de jogadores extracomunitários da Itália. Felipe, então, viu sua transferência para o clube italiano fracassada e também já foi avisado que não faz mais partes dos planos de Mano Menezes, que indicou a contratação do paraguaio Bobadilla, do Independiente de Medellín, para o seu lugar.

Felipe tem vínculo com o Corinthians até junho de 2011. Restou-lhe como opção tentar a transferência para algum outro clube europeu ou para times da Série B. Como já disputou sete jogos no Campeonato Brasileiro, não pode atuar por outro clube da Série A.