O Coritiba começou com o pé esquerdo o segundo turno do Campeonato Brasileiro da Série B. O time paranaense foi a Jundiaí, neste sábado (25), e acabou sendo derrotado pelo Paulista por 3 a 2. Os gols do Coxa foram anotados por Jéci e Henrique Dias, enquanto Marcelo Toscano (2) e Diego Padilha fizeram para o time da casa.

A derrota não tirou a segunda posição do alviverde paranaense, já que o Marília também foi derrotado na rodada.

O Coritiba começou a partida de forma arrasadora, tanto que logo no primeiro minuto conseguiu abrir o placar, após cobrança de escanteio de Caíco, a zaga do Paulista só observou e Jéci cabeceou sozinho, no canto direito de Victor.

Imediatamente o técnico do Paulista acertou o posicionamento do time em campo e aos poucos foi tomando conta do jogo. Aos 7 minutos a equipe de Jundiaí teve oportunidade de empatar em cobrança de falta, Ruy mandou na trave de Edson Bastos.

O Paulista tocava bem a bola, confundia a marcação feita pelo Coritiba e com isso conseguiu chegar ao empate aos 16 minutos. Na cobrança de falta, Ruy encontrou Marcelo Toscano, que cabeceou bem, encobrindo o goleiro Edson Bastos.

O Paulista não se contentou com o empate e partiu pra cima em busca da virada, o que acabou acontecendo aos 26 minutos. A zaga do Coritiba falhou, Marcos Aurélio tocou para Marcelo Toscano, o atacante driblou a marcação e chutou forte, entre a trave esquerda e o goleiro coxa-branca. O segundo gol tranqüilizou a equipe de Jundiaí que passou a cadenciar o jogo. Com isso o Coritiba teve a oportunidade de empatar nos pés de Pedro Ken, o atacante coxa acabou mandando a bola à esquerda de Victor.

O Paulista seguiu melhor e com toques rápidos confundia a marcação alviverde e o terceiro gol acabou sendo inevitável. Após cobrança de falta pela esquerda, Diego Padilha apareceu sozinho para cabecear para as redes de Edson Bastos, aos 47 minutos.

Pressão coxa-branca

O técnico René Simões voltou para a segunda etapa com duas modificações. O treinador sacou Gilberto Flores e Caíco colocando Henrique Dias e Túlio. As mudanças deram resultado e o segundo tempo foi todo coxa-branca.

Já no primeiro lance de perigo, Túlio serviu Henrique Dias, o atacante mandou a bomba, obrigando Victor a fazer grande defesa. A pressão tomou força e aos 5 minutos Hugo perdeu um gol incrível. Em falha do goleiro Victor ? que deixou a bola passar entre suas pernas ? Hugo ficou com a bola e tocou fraco, para o gol completamente vazio, mas Edimar apareceu para salvar em cima da risca.

Jogando pra cima e melhor que o time do Paulista no segundo tempo, o segundo gol do alviverde paranaense não demorou a sair. Em nova falha do goleiro do time da casa – tendo a participação de Zeziel ? Henrique Dias ficou com a bola e tocou para o gol vazio, diminuindo o placar.

O Coritiba não se contentou e seguiu pressionando o Paulista em busca do gol de empate, mas aí apareceu o goleiro Victor, que acabou se redimindo das falhas. Para piorar, o Coritiba terminou a partida com um jogador a menos, já que René Simões já havia feito as três modificações e o atacante Henrique Dias se contundiu e não pôde continuar.

Já no final do jogo, os jogadores se desentenderam e o árbitro acabou expulsando Hugo do Coritiba e Marcos Aurélio do Paulista.

O alviverde paranaense volta a campo na próxima terça-feira, onde enfrentará o Gama, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba.