Da mesma forma como aconteceu na primeira fase do Campeonato Paranaense, Coritiba e Paraná Clube fazem o clássico dos opostos. No entanto, dessa vez as equipes entram em campo em papéis invertidos. Enquanto o Tricolor está classificado na Copa do Brasil e mostra poder de reação em partidas decisivas, o Alviverde cambaleia justamente nesses momentos. Desclassificado da competição nacional, precisa passar pelo rival para não entrar em crise. De qualquer forma, a vantagem dos ?resultados iguais? está com o Coxa. O confronto está programado para as 15h50 no Couto Pereira.

Dono da segunda melhor campanha na competição, o Coritiba entra em campo para administrar a vantagem dada pelo exótico regulamento da Federação Paranaense de Futebol. Como joga em casa e tem o amplo apoio do torcedor, que deve lotar o Alto da Glória, o time da casa pode partir para cima do time da Vila Capanema ou ir na boa, porque o adversário terá que vencer um dos jogos e com bom número de gols para chegar à final.

Uma perspectiva que vai exigir de Dorival Júnior e Paulo Bonamigo uma estratégia fora do comum. Melhor para o torcedor, que terá mais um atrativo para acompanhar o clássico.

No entanto, enquanto a turma do Paraná Clube está empolgada e esgotou rapidamente os parcos 2,5 mil ingressos colocados à venda, o pessoal do Alviverde está na bronca com a equipe.

Foto: Ciciro Back

Já pelo Paraná, Joelson
quer confirmar a boa fase balançando as redes.

Na quarta-feira, a galera gritou ?vergonha? após a desclassificação para o São Caetano e o pior é que o adversário estava com nove jogadores nos 20 minutos finais. Por isso, a conversa foi longa durante os treinamentos no CT da Graciosa e muita roupa suja foi lavada para que as arestas pudessem ser aparadas. Se foi, somente durante os 90 minutos jogadores e o treinador poderão demonstrar.

Uma situação que o mesmo Bonamigo já viveu no Alto da Glória em 2006. Hoje, no Tricolor, ele é considerado o artífice que fez a equipe jogar bola após a patinada inicial sob o comando de Saulo de Freitas. E foi contra esse mesmo Coritiba que começou a reação. Um 1 a 0 básico na Vila Capanema que fez tudo mudar. Mas, resta saber para qual lado a balança vai pender dessa vez.

O Tricolor confirma a boa fase, abre vantagem e empurra o Coxa para a crise ou será que, por estar em baixa, dessa vez a equipe do Alto da Glória vai se superar e dar um passo maior em direção à final?

CAMPEONATO PARANAENSE

Semifinal – Jogo de ida

Coritiba x Paraná Clube

Coritiba

Edson Bastos; Maurício, Jéci e Nenê; Marcos Tamandaré, Douglas Silva, Leandro Donizete, Carlinhos Paraíba e Ricardinho; Thiago Silvy e Keirrison.

Técnico: Dorival Júnior

Paraná Clube

Fabiano Heves; Luiz Henrique, Daniel Marques e João Paulo; Goiano, Jumar, Léo, Giuliano e Everton; Joelson e Fábio Luís.

Técnico: Paulo Bonamigo

Local: Couto Pereira

Horário: 15h50

Árbitro: Heber Roberto Lopes

Assistentes: Gilson Bento Coutinho e João Batista de Moraes
Ingressos: arquibancada (só local), R$ 20,00; cadeira da Mauá, R$ 30,00 e social superior, R$ 100,00. Estudantes, idosos, crianças e mulheres pagam meia.