Foto: Allan Costa Pinto

O volante Careca é uma das novidades do time de Macuglia no Distrito Federal.

Asa negra em outros carnavais, o Gama poderá ser o propulsor do Coritiba na busca de um lugar ao sol na elite do futebol brasileiro. Se em 2002 o time candango tirou o Coxa das finais da Série A e no ano passado pôs a pá de cal nas pretensões de subir, dessa vez a meta é aproveitar a crise do adversário para começar vencendo também fora de casa. Para isso, o time do técnico Guilherme Macuglia vai reforçado com a presença do goleiro Edson Bastos, do zagueiro Dezinho e do volante Careca.

O confronto contra o time do Distrito Federal é hoje, às 16h, no Mané Garrincha.

?Sem dúvida nós vamos com esse objetivo de fazer um bom jogo e, conseqüentemente, colher uma vitória. É claro que jogando em casa e vindo de derrota o Gama vai impor dificuldade, mas estamos confiantes?, aponta o treinador. De acordo com ele, na projeção realizada pela comissão técnica, o time precisa conseguir pelo menos um empate para se manter na projeção da classificação à primeira divisão. ?Quem consegue fazer dois pontos a cada três, normalmente é campeão e nós queremos trabalhar dentro dessa estatística?, destaca.

No entanto, por ser a equipe mais tradicional da competição, os adversários não vão dar nenhuma moleza, alerta o lateral-direio Ânderson Lima.

?O Coritiba é uma equipe que todos querem bater, mas ainda temos muito o que mostrar, temos 37 partidas pela frente e a cada jogo temos que mostrar potencial para sermos uma das quatro equipes?, analisa. Por isso, trazer os três pontos de Brasília será fundamental. ?Ainda mais para a gente que quer buscar o título. Esse é o nosso foco e foi isso que fizemos nessa semana que tivemos para trabalhar?, diz o meia Pedro Ken.

E o trabalho da semana foi marcado pela promoção de três recém-contratados.

O goleiro Edson Bastos, o zagueiro Dezinho e o volante Careca ganharam a confiança de Macuglia e farão a estréia contra o Gama. ?Todos terão oportunidades. Já colocamos outros jogadores e vamos analisar o rendimento da equipe para ir definindo a manutenção ou não de determinados jogadores?, explica o treinador. Além dos três na equipe titular, outros três debutantes estarão no banco de reservas: o zagueiro Jéci, o meia Diogo e o atacante Gustavo.

Taí o inimigo

A semana foi quente para a equipe do Gama. Enquanto o volante Índio, o atacante Jonathan e o zagueiro Bruno Lopes deixavam o clube, a diretoria contratava o zagueiro Kléber Carioca, os laterais Chiquinho e Schneider e o atacante Paulo Matos. Pior do que isso, com o Estádio Bezerrão em obras há mais de um ano, o time está atuando no Mané Garrincha, mas quase foi despejado por falta de pagamento do aluguel para o governo distrital. Em meio a tudo isso, o técnico Roberto Cavalo foi arrumando a equipe e espera muita vontade de seus comandados. ?Nosso time ainda está em formação, mas como vamos jogar em casa temos a responsabilidade.

A vitória vai ser conseqüência do que fizermos dentro de campo?, disse o ex-volante do Atlético.

CAMPEONATO BRASILEIRO – SÉRIE B
2.ª Rodada
Local: Mané Garrincha (Brasília-DF)
Horário: 16h
Árbitro: Edilson Ramos da Mata (MT)
Assistentes: Lincoln Ribeiro Taques (MT) e Luiz Fernando Irineu da Silva (MT)

Gama x Coritiba

Gama
Juninho; Dênis, Kléber Carioca e Éder; Chiquinho, Léo, Naves e Rodrigo Ninja; Bebeto, Nunes e Ésley. Técnico: Roberto Cavalo

Coritiba
Edson Bastos; Ânderson Lima, Henrique, Dezinho e Douglas Silva; Careca, Juninho, Túlio e Pedro Ken; Henrique Dias e Hugo. Técnico: Guilherme Macuglia.